• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Meio Ambiente

Pecuarista degrada mata ciliar e acaba multado

Gado acessava livremente à vegetação das áreas protegidas do curso d’água

(Foto: Divulgação – PMA)

Durante vistorias nas propriedades rurais do município, Policiais Militares Ambientais de Três Lagoas autuaram ontem (6) um pecuarista, por degradações ambientais em área protegida em sua fazenda, localizada à margem da rodovia MS 320.

Durante a vistoria foram verificadas degradações ambientais em áreas de matas ciliares de um córrego (Área de Preservação Permanente), que corta a fazenda pertencente ao autuado. O gado acessava livremente à vegetação das áreas protegidas do curso d’água, inclusive, em uma parte brejosa de olhos d’água e o pisoteio estava causando degradações no solo e contribuindo com o assoreamento do córrego. O fazendeiro foi notificado a retirar o gado da área protegida.

O pecuarista (57), residente em Três Lagoas, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00. O autuado também poderá responder por crime ambiental de degradação de área de preservação permanente (APP). A pena é de um a três anos de detenção.

Veja Também