• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Interior

Corumbá adia Carnaval de Rua para abril

A data ainda pode ser alterada se as condições de saúde com a Covid e Influenza piorarem

Anúncio aconteceu durante reunião na Prefeitura no início da tarde de sexta-feira (Foto: Renê Marcio Carneiro/PMC)

Devido ao aumento de casos da Covid-19 e da Influenza, o prefeito Marcelo Iunes, em reunião nesta sexta-feira (14), decidiu adiar o Carnaval de rua de Corumbá (MS) para a data de 21 a 24 de abril.

O evento iria acontecer entre o final de fevereiro e início de março. Prefeitura deixa claro que, caso as condições de saúde não sejam favoráveis, a data pode ser novamente alterada.

“Temos um compromisso em garantir a saúde da nossa população. Ouvimos o nosso Comitê de Saúde, que nos apresentou dados sobre o comportamento da covid-19 em Corumbá, suas variantes e também da influenza H3N2. O Festival de Pesca foi adiado também", disse o prefeito de Corumbá.

A decisão teve participações da Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (LIESCO), Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (LIBLOCC), e da Fundação da Cultura, juntamente com o secretário de Saúde, Rogério Leite e a secretária-adjunta de saúde, Mariluce Leão.

O prefeito destacou que o Executivo Municipal prima pela segurança da saúde da população corumbaense e frisou que também se mantem atento à importância do evento para a economia de Corumbá.

“Sabemos da importância da geração de emprego, geração de renda e o fomento para a nossa economia. Gera em torno de R$ 15 milhões e em média 5 mil empregos, de forma direta e indireta. Estamos adiando porque nossa maior preocupação é, e sempre vai ser, a saúde de todos os corumbaenses”, ressaltou Iunes.

"O carnaval não é somente cinco dias, diz respeito ao trabalho de toda uma comunidade o ano todo. Famílias que transformam essa força de trabalho em renda. Neste momento, continuamos com a atenção necessária na parte de prevenção, promoção e assistência à saúde de todo o cidadão”, reforça também o secretário de Saúde Rogério Leite.

(Com informações da Prefeitura de Corumbá)