• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

CCI Vovó Ziza é premiado por ações realizadas na semana do idoso

Unidade concorreu com unidades voltadas à ações para idosos de 36 municípios inscritos

(Foto: Divulgação)

Marcada pela mistura da música regional, sertaneja e até um hit internacional, a coreografia desenvolvida pelos professores Sonia Ruas Rollon, João Atagiba, Dilene Barbosa e Eizangela Teodoro, garantiu ao Centro de Convivência do Idoso Vovó Ziza, a classificação na primeira edição do prêmio “Cidade Qualidade de Vida da Pessoa Idosa 2021”, promovido pela Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Realizada em parceria com a Unigran Capital, Colegiado de Gestores de Assistência Social de Mato Grosso do Sul e Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), a premiação aconteceu na noite dessa quinta-feira (07), na Unigran e contou com a presença do secretário municipal de Assistência Social, José Mario Antunes e da coordenadora do CCI Vovó Ziza, Lucia Alencar.

“É sempre muito importante realizar projetos e ações que valorizam e honram o trabalho dos nossos idosos que já fizeram tanto pela nossa sociedade e ainda podem contribuir muito com sua experiência. Parabéns aos envolvidos nessa iniciativa e que beneficiam esse público com o seu trabalho”, disse o secretário.

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa da Assembleia Legislativa, deputado Renato Câmara, destacou a importância de mostrar o trabalho que as entidades do Estado realizam em benefício da pessoa idosa. “É preciso reconhecer dentro da nossa comunidade, municípios, entidades e pessoas que têm se destacado e feito a diferença para fortalecer a dignidade da pessoa idosa”, afirmou.

O CCI Vovó Ziza concorreu com unidades voltadas à ações para idosos de 36 municípios inscritos e fez com que Campo Grande ficasse entre as dez cidades premiadas devido às atividades desenvolvidas para pessoas acima de 60 anos durante a Semana Estadual da Pessoa Idosa, comemorada de 25 de setembro a 1º de outubro, de acordo com a lei estadual nº 4796/2015.

“Essa conquista representou uma felicidade muito grande porque é a valorização de um trabalho que foi interrompido por um ano e meio devido à pandemia, mas que já nos trouxe alegrias nessa retomada que só tem dois meses”, comentou a coordenadora do CCI, Lucia Alencar.

De acordo com as regras do prêmio, os professores elaboraram uma coreografia de oito minutos e gravaram um vídeo com os 45 idosos participantes no dia 1º de outubro (Dia Internacional do Idoso), no próprio CCI. A gravação contou com a colaboração de todos os funcionários da unidade, que ajudaram na captação das imagens e edição.

A coreografia levou uma semana para ficar pronta e foi a primeira vez que a unidade participou de um prêmio direcionado ao Dia Internacional do Idoso. Devido às regras de biossegurança, o CCI está trabalhando com 30% da capacidade, por isso, no momento, 380 idosos participam das dez atividades presenciais, como hidroginástica, natação, dança recreativa, violão, alongamento, jogos de mesa, bocha, dança livre e oficina da memória.

Valorização

Para os idosos que frequentam o Vovó Ziza e participaram da coreografia, o prêmio representa uma valorização do público da terceira idade. A aposentada Arilda Riquelme é uma das mais antigas usuárias do espaço, somando 12 anos de participação nas atividades oferecidas. “É muito bom esse reconhecimento porque muitas pessoas ainda têm preconceito com o idoso e nós provamos que estamos na ativa. Adoro ir no Vovó Ziza porque é um ambiente acolhedor e todos os profissionais são maravilhosos e tratam a gente com muito cuidado e paciência”, pontuou Arilda que revela passar os finais de semana ansiosa esperando pelas aulas de dança que acontecem duas vezes na semana.

Também aposentado, Paracelso Severino Lourenço frequenta há dois anos o CCI e disse que não teve dificuldade em aprender a coreografia graças às aulas de alongamento que pratica no local. “Senti muita falta da convivência com o grupo durante a pandemia. Esse prêmio foi muito importante para valorizar o trabalho realizado. No CCI temos a oportunidade de nos socializarmos”, afirmou o aposentado que também planeja participar de aulas de informática na unidade.

Conscientização

O prêmio “Cidade Qualidade de Vida da Pessoa Idosa 2021” teve o objetivo de destacar ações realizadas nos municípios de Mato Grosso do Sul que promovam o bem-estar físico e emocional dos idosos por meio da prática de exercícios físicos durante a Semana Estadual do Idoso, criada em 2015, através da Lei 4.796/2015.

A proposta da Semana é conscientizar sobre a importância do idoso como um indivíduo ativo na sociedade.

Além de Campo Grande, também foram premiados Caarapó, São Gabriel do Oeste, Iguatemi, Ivinhema, Nova Andradina, Miranda, Aquidauana, Juti e Rio Brilhante.

Veja Também