• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto

Polícia

Professor é preso suspeito de estuprar e provocar aborto em vítima

Homem também foi indiciado por assédio sexual e fornecer bebida alcoólica e narguile a adolescentes

Quarta-feira, 08 Julho de 2020 - 17:00 | Redação


Professor é preso suspeito de estuprar e provocar aborto em vítima
(Arquivo/DiárioDigital)

A Polícia Civil de Três Lagoas prendeu um professor da Rede Estadual de Ensino de Água Clara, na manhã desta quarta-feira (8), durante cumprimento de mandado de prisão preventiva. Ele é investigado por crimes de abuso sexual infantil e teria provocado o aborto em uma de suas vítimas. Pelo menos quatro denúncias contra o professor estão sendo analisadas pela justiça.

O professor que atuava no Ensino Fundamental foi indiciado por estupro de vulnerável, assédio sexual, fornecer bebida alcoólica e narguile a menores de idade e ainda provocar aborto de menor de 18 anos sem consentimento da vítima.

Segundo informações do site Perfil News, o suspeito foi alvo da Operação Cosme & Damião, deflagrada recentemente em Água Clara para coibir crimes sexuais contra crianças e adolescentes. Na época, as investigações resultaram na prisão de outro homem e do afastamento do professor do cargo. Porém, surgiu a nova denúncia sobre o possível aborto, o que levou a justiça a acatar o pedido de prisão preventiva do Ministério Público (MP-MS).

Conforme a polícia, são ao menos quatro vítimas diferentes, todas menores de idade, relatando crimes de diversos tipos praticados pelo suspeito. Se denunciado pelo aborto sem consentimento da vítima, o homem pode ser levado a júri, caso o juiz compreenda a necessidade por se tratar de crime doloso contra a vida.

SIGA-NOS NO Google News