• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto

Plantão Saúde

Prefeitura dá início à 2ª etapa da campanha Mosquito Zero

Estratégia é priorizar bairros com maior índice de infestação para incidência da dengue

Segunda-feira, 16 Maio de 2022 - 08:52 | victoria oliveira


Prefeitura dá início à 2ª etapa da campanha Mosquito Zero
(Foto: Luciano Muta/Arquivo)

A Prefeitura de Campo Grande inicia nesta segunda-feira (16) a segunda etapa da campanha “Operação Mosquito Zero – É Matar ou Morrer”. Aproximadamente 350 servidores da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais da Secretaria Municipal de Saúde (CCEV/SESAU) estão mobilizados nas ações que ocorrem de maneira simultânea nas sete regiões urbanas do Município.

Conforme o coordenador da CCEV, Vagner Ricardo, a estratégia é priorizar os bairros com maior índice de infestação para o Aedes aegypti ou incidência da dengue.

A segunda etapa da campanha está prevista para ser realizada até o dia 31 de maio, com ações programadas nos bairros Vila Carlota, Cruzeiro, Jardim Leblon, Nova Campo Grande, Jardim Noroeste e Mata do Segredo.

Na primeira etapa, realizada de 02 a 13 de maio,  39.170  imóveis inspecionados, 25.122 depósitos potenciais criadouros do mosquito removidos e 1.133 focos encontrados e eliminados.  Durante o período, os trabalhos foram concentrados nos bairros Guanandi, Jardim dos Estados, Tijuca, Panamá, Novos Estados, Nova Lima, Itamaracá e Rita Vieira.

A campanha Operação Mosquito Zero – é matar ou morrer  integra uma série de atividades previstas no Programa “Todos em Ação – A Prefeitura mais perto de você ” lançado nesta semana.

De 01 de janeiro a 10 de maio foram notificados 4.210 casos de dengue e três óbitos provocados pela doença em Campo Grande. Somente no mês de abril foram 1.697 casos, o que representa quase 50% de aumento em relação ao mês período do ano passado, onde foram houveram 828 notificações da doença. Os casos de Zika e Chikungunya se mantêm estáveis, com 6 e 42 registros, respectivamente, de 01 de janeiro a 10 de maio.

Notificações por bairros - Oito bairros e parcelamentos de Campo Grande encontram-se com índices considerados muito alto, conforme mapa de notificações da Coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais (CCEV), referente a semana 14 a 17. São eles: Jardim Noroeste, Maria Aparecida Pedrossian, Rita Vieira, Tiradentes, Cruzeiro, Nova Lima, Novos Estados e Panamá. Outros 22 apresentam índice alto, 35 moderado, oito baixo e apenas 1 ( São Bento), zero.