• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Covid-19

Prefeita Adriane Lopes revela que teleatendimento da Covid-19 volta na Capital

Além de falar sobre Ômicron e Influenza, conversa com a FM Cidade traz temas de política e vacinação

Prefeita conversa com FM Cidade (Foto: Larissa Carolina)

A Prefeita em exercício da Capital, Adriane Lopes (PATRIOTA), esteve hoje, 20 de Janeiro, em entrevista com o apresentador Rodrigão na FM Cidade. Ela falou sobre a situação da saúde no município com a variante Ômicron e a Influenza.

Adriane explicou que devido às festas de final de ano, as unidades de saúde de Campo Grande estão lotadas com filas para atendimento e testagem. Medidas, como a instalação de tendas na parte externa, foram tomadas para acomodar melhor a população, mas é impossível evitar o contato e a contaminação.

Por causa disso, a Prefeitura vai reativar a Central de teleatendimento da Covid-19, que vai funcionar a partir de segunda-feira, 24 de Janeiro. Serviço foi retomado porque a variante Ômicron é mais transmissível e populares com suspeita estão indo procurar atendimento e acabam propagando contaminação.

"No início da pandemia, atendemos mais de 100 mil pessoas com efetividade, com 14 médicos à disposição. Se você está com sintomas leves, não vá à unidade, ligue no teleatendimento, com profissionais preparados que viveram o pico da pandemia", recomenda a Prefeita.

Ainda em entrevista, o uso de máscara, álcool e distanciamento social foi reforçado por Adriane Lopes para que o rápido contágio seja evitado, apesar da variante ser menos agravante.

Sobre a Influenza, o aumento de casos na Capital foi justificado pela governante como consequência de que muitas pessoas não se imunizaram com a vacina da gripe. "As pessoas relaxaram", disse a Prefeita.

Hoje, as matrículas na Rede Municipal de Ensino (REME) foram retomadas e a recomendação é para que os pais usem o site de matrícula e não ir às escolas. Todo aglomeramento gera aumenta nos casos de Covid-19 e influenza.

Testagem - Adriane Lopes afirmou que a Capital está eficiente nos testes. De acordo com a Prefeita, no centro de testagem estão sendo realizados em média 600 exames por dia e ontem a procura aumentou.

"Já providenciamos tendas do lado de fora para dar maior tranquilidade para os cidadãos e manter o distanciamento, para que as pessoas que possam estar sem a doença não contraiam na fila", diz Prefeita.

Vacinação - atualmente, há 30 unidades de saúde com a vacina em Campo Grande e mais vacinação itinerante. Nesta quinta-feira, a itinerante ocorre no bairro Paulo Coelho Machado, na E.M. Ana Lúcia de Oliveira Batista.

A ação está percorrendo as 7 regiões da cidade levando a vacinação. O objetivo é alcançar muitas pessoas que não tomaram a 2 dose e as doses de reforço.

"A vacinação é essencial. Em Janeiro de 2021 tivemos 107 mortes, neste mês 7 mortes. A vacina tem diminuído o números de pacientes graves", aponta Adriane.

Eleições - sobre a intenção de candidatura do Prefeito Marquinhos Trad (PSDB) a Governador, a parceira afirmou que nesses 5 anos eles vêm trabalhando juntos, elaborando planos de governo ouvindo a população e suas necessidades.

Adriane Lopes afirma que estão em um período de possibilidades e que até abril tem "muito chão".

"Não estou ali em uma disputa com homens. Estamos ali para mostrar que nós, mulheres, também podemos estar num lugar de destaque, num lugar público. Precisamos entender que os espaços são para todo mundo" afirma a Prefeita sobre a atuação das mulheres na política.

Veja Também