• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Colapso na Saúde

Em estado grave, paciente de São Gabriel do Oeste é transferido em UTI aérea custeada pela família

Lá, ele seria internado numa UTI da rede privada

(Foto: Divulgação/Agência Brasil)

Há vários dias as autoridades vem anunciando o colapso da saúde em Mato Grosso do Sul, inclusive na região norte, onde uma família está tendo de desembolsar uma verdadeira fortuna para salvar um dos seus, por falta de vagas em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), tanto na rede pública quanto na privada.

Neste sábado (5), uma família teve de contratar uma UTI aérea para transferir o paciente de apenas 37 anos em estado grave, intubado, de São Gabriel do Oeste até o município de Caruaru, no Pernambuco.

Lá, ele seria internado numa UTI da rede privada, vaga encontrada por irmão, que mora no nordeste.

Desde o dia 20 de maio a presidente da Fundação de Saúde de São Gabriel do Oeste, Dulcinéia Munhoz Val, vem anunciando que o Hospital Municipal José Valdir Antunes de Oliveira está operando acima da sua capacidade, inclusive com pessoas infectadas por Coronavírus intubadas mesmo sem ter leitos de UTI.

De lá pra cá a situação vem se agravando. Em Mato Grosso do Sul já não existe mais vaga. O estado tem sido socorrido pelo Espírito Santo, São Paulo e Rondônia nos últimos dias. Lamentavelmente, essa semana, ocorreu a primeira morte, em Campo Grande, por falta de vaga em UTI.

(Informação Edição MS)

Veja Também