• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Trabalhadores

Sindicato fecha duas agências bancárias na Capital

Entidade sindical alegou que agências abriram sem a presença de vigilantes, o que proibido por lei

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região interditou duas agências do Santander, em Campo Grande, nesta sexta-feira, 10 de Julho. A ação aconteceu nas unidades da Avenida Afonso Pena e da Rua Marechal Cândido Mariano Rondon que estavam fechadas depois de casos confirmados de coronavírus e reabriram, no último dia 9, sem a presença de vigilantes.

Segundo o sindicato, com os casos positivos para Covid-19, todos os trabalhadores das duas agências, inclusive os terceirizados, estão em isolamento domiciliar, mas a Superintendência Regional do Santander decidiu reabrir as unidades com bancários de outras localidades, mas sem a segurança. A Lei nº 7.102/1983 exige que um vigilante armado permaneça durante todo o expediente de uma instituição financeira.

As agências permaneceram fechadas durante todo o dia. Os sindicalistas colocaram faixas nas postas informando que os locais estavam fechados por falta de segurança.

Outro lado - Por meio da assessoria de imprensa, o Santander informou que "as duas agências em questão estavam funcionando em estrito respeito às normas de segurança bancária."