• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Nacional

Projeto que tipifica crimes contra vacinação está na pauta do Senado

Entre o amplo rol de crimes contra campanhas de imunização está o de furar a fila de prioridade

Vacinação continua para gestantes, puérperas e públicos específicos (Foto: Tânia Rego/Agência Brasil)

O Senado pode votar nesta semana um projeto que tipifica os crimes contra os planos de vacinação (PL 25/2021). Entre o amplo rol de crimes contra campanhas de imunização está o de furar a fila de prioridade.

No caso de qualquer cidadão, a pena é de um a três anos de prisão, além de multa.

Já caso um agente público use seu cargo para passar a si ou outra pessoa na frente da lista de prioridades, a punição vai de dois a 12 anos de prisão, além da multa, e será aumentada de 1/3 à metade se ele receber vantagem, podendo chegar a 18 anos.