• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Custo de vida

Alta de alimentos e gasolina levam Capital a um dos maiores índices de inflação do país

Em 2020, a batata subiu 95%, arroz 75% , a carne 25% e o combustível em quase 9%

Preços dos alimentos disparou em 2020 (Foto: Arquivo DD)

Campo Grande registrou em 2020 uma inflação de 6,85%, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (12). O índice foi o maior entre as 16 capitais em que o IBGE apura o indicador e também ficou acima do registrado no Brasil, 4,52%.

Todos os nove grupos de produtos e serviços pesquisados pelo instituto para calcular a inflação registraram alta em 2020. A maior foi do segmento de “Alimentação e Bebidas”, com 16,72%, seguido por “Transportes”, com 6,97% e “Habitação”, com 6,68%.

No grupo “Alimentação e Bebidas” os produtos que registram os maiores aumentos de preços no ano passado na capital sul-mato-grossense foram: batata-inglesa, com 95,33%; arroz, com 75,31% e óleo de soja, com 65,85%.

Também houve significativo com grande impacto na composição total do índice das carnes, com 25,38% e da gasolina, com 8,65%. Entre as carnes, a proteína suína, por exemplo, teve aumento de 39,51% no preço e o músculo bovino 36,08%.