• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Política

Apoiadores de Bolsonaro saem às ruas por voto impresso em 2022

Em Campo Grande, carreata começou em frente à Praça do Rádio, no Centro, e seguiu até o CMO

Foto: Pedro Ernesto/Assessoria Parlamentar

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizaram neste domingo, 1 de Agosto, uma manifestação a favor do voto impresso auditável nas eleições presidenciais de 2022.

O movimento aconteceu em todo País. Em Campo Grande, MS, a carreata começou em frente à Praça do Rádio, no centro da Capital até o CMO (Comando Militar do Oeste).

Vestidos com camisas da seleção brasileira, usadas como símbolo do patriotismo empregado no governo Bolsonaro, os apoiadores bradaram pelo voto impresso.

Foto: Pedro Ernesto/Assessoria Parlamentar

“É importante frisar que ninguém coloque em dúvida a implantação da urna eletrônica, mas sim, o aperfeiçoamento desse mecanismo para que o povo brasileiro tenha certeza absoluta que o voto do eleitor tenha sido direcionado ao candidato que ele escolheu”, destacou o deputado Coronel David.

Único deputado apoiador de Bolsonaro em MS a comparecer no evento e demonstrar apoio ao presidente, Coronel David se mostrou confiante quanto à aprovação da PEC 135/2019.

Foto: Pedro Ernesto/Assessoria Parlamentar

“É fundamental que este projeto seja aprovado para o bem da democracia e fortalecimento do processo eleitoral no Brasil. No início de agosto ele volta a ser discutido dentro da Comissão de Constituição e Justiça, ... Mas acredito que as manifestações que estão ocorrendo neste domingo em todo o Brasil vão pesar muito para alguns que ainda tem um entendimento contrário”, finalizou o parlamentar.

Voto impresso auditável – O texto proposto acrescenta o § 12 ao art. 14, da Constituição Federal e dispõe que, na votação e apuração de eleições, plebiscitos e referendos, seja obrigatória a expedição de cédulas físicas, conferíveis pelo eleitor, a serem depositadas em urnas indevassáveis, para fins de auditoria.

Foto: Pedro Ernesto/Assessoria Parlamentar

Com informações da assessoria de imprensa parlamentar