• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Dourados

Pastor se exalta e xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja

Caso foi registrado como “Resistência” e “Perturbação do Trabalho ou do Sossego Alheio”

Pastor se exalta e xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja (Foto:Divulgação/Dourados News)

Uma equipe da Polícia Militar foi acionada por volta das 15h de ontem (11) para atender ocorrência de perturbação de sossego na Rua Ramão Osório, no Parque das Nações II, em Dourados. O fato ocorreu em uma igreja.

Conforme ocorrência, denunciantes relataram que o pastor, de 26 anos, teria feito um culto momentos antes com som alto. Os policiais foram até o endereço para orientar o homem, porém, foram recebidos com xingamentos e até mesmo agressões.

A princípio, ele foi orientado que, em um próximo culto, fosse mais comedido, porém, o acusado declarou em alto e bom som que gostava de fazer barulho nas suas pregações. Na ocasião, a PM apenas elaborou um boletim de atendimento por não ter sonorização no local.

Entretanto, por volta das 19h10, a guarnição foi acionada novamente e recebida pelo pastor com gritos, alegando que a equipe seria enviada pelo “maligno”, referindo-se ao demônio, e que teria liberdade para expulsar demônios ao redor da igreja com o uso de som alto.

O pastor foi informado que seria conduzido a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) para prestar esclarecimentos sobre o caso, porém, resistiu e teve que ser levado no compartimento de transporte de segurança da viatura.

Na tentativa de colocá-lo no veículo, os policiais foram agredidos com chutes e tapas. O autor ainda tentou danificar a viatura no caminho para a delegacia, mas não conseguiu.

O caso foi registrado como “Resistência” e “Perturbação do Trabalho ou do Sossego Alheio”.

(Com informações: Dourados News)

Veja Também