• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

Pai denuncia sumiço de motorista de aplicativo

Jovem de 22 anos saiu para trabalhar neste domingo (3) e não foi mais visto

Caso foi registrado na Depac do Centro (Foto: Arquivo)

O pai de um motorista de aplicativo procurou a delegacia na tarde desta segunda-feira (4), em Campo Grande, para registrar o desaparecimento do filho, Eduardo Cardoso Coimbra, de 22 anos. O homem contou à polícia que o jovem saiu para trabalhar e não retornou.

De acordo com o pai, o filho trabalha em um veículo Renault Sandero cor prata e saiu de casa para trabalhar por volta das 15h deste domingo. Geralmente, o jovem costuma trabalhar até às 3 horas da madrugada do dia seguinte.

Porém, o motorista não retornou para casa. De acordo com pai, a última vez que falou com o filho foi por meio de mensagem de WhatsApp, às 22h49min de domingo. Depois, ele disse que não conseguiu mais contato e as mensagens não foram mais recebidas.

O pai entrou em contato com amigos, mas ninguém soube informar o paradeiro dele. O jovem também não tem namorada.

Questionado, o pai não soube informar se o jovem possui desafetos ou se foi ameaçado recentemente. Mas esta é a primeira vez que o filho sai de casa para trabalhar e não retorna, assim como as ligações e mensagens.

Veja Também