• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Julgamento

Motoentregador é condenado a 14 anos por matar colega

Advogado de acusado alegou que Bruno Cezar de Carvalho de Oliveira, 24 anos, agiu em legítima defesa, mas jurados mantiveram qualificadora

Bruno Cezar de Carvalho de Oliveira, 24 anos, foi julgado nesta sexta-feira (24) (Foto Luciano Muta)

Depois de horas de julgamento, foi condenado a 14 anos de prisão e 15 dias-multa em regime fechado, o motoentregador Bruno Cezar de Carvalho de Oliveira, de 24 anospor matar a tiros o colega Emerson Salles Silva, de 33 anos, na noite de 13 de agosto do ano passado, na lanchonete onde os dois trabalhavam, na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande.

Em decisão, o juiz Aluízio Pereira dos Santos, titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, condenou a 11 anos pelo crime de homicídio qualificado- privilegiado, por acreditar que o autor agiu sob violenta emoção e qualificado por recurso que dificultou a defesa da vítima.

Os outros 2 anos, 4 meses e 15 dias-multa, totalizando, mais de 14 anos de prisão, são referentes ao crime de porte ilegal de arma de fogo.

Bruno está preso desde o dia 19 de agosto de 2020. Segundo o advogado de defesa do motoboy ele agiu em legítima defesa para se defender de agressões físicas e psicológicas que sofria de Emerson.