• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Golpes virtuais

Estudantes de medicina são alvos de golpe na fronteira

A promessa de uma vaga ou transferência para universidade pública pode custar entre R$ 35 mil a R$ 150 mil

Estudantes brasileiros de medicina são alvos de golpe (Foto:Divulgação/Portal do MS)

Brasileiros que cursam medicina na Bolívia e principalmente no Paraguai estão sendo alvos de quadrilhas com a promessa de vaga ou transferência para universidades públicas brasileiras que não existem. O sonho pode custar entre R$ 35 mil a R$ 150 mil.

Conforme o site Ponta Porã News, não é difícil encontrar alguém que já passou por isso e além de perder dinheiro ainda acabam sem condições de continuarem cursando medicina na fronteira.

Uma estudante de 23 anos de idade, que não quis se identificar, contou que ainda não se recuperou financeiramente e psicologicamente. Ela precisou vender o carro e ainda usou um empréstimo. O golpe custou cerca de R$ 85 mil.

Atualmente, a jovem que veio para cursar medicina, trabalha como revendedora de veículos usados e usa a parte do que ganha para saldar a dívida com o banco. "Está sendo difícil e eu não tenho sequer coragem de voltar para casa. Vou continuar trabalhando e depois de melhorar a situação vou tentar concluir o curso que foi interrompido no sétimo semestre", relatou.

Várias denúncias desse golpe já foram registradas nas delegacias da região e na Polícia Nacional do Paraguai. O caso está sendo investigado.

Veja Também