• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Rio Brilhante

Após matar marido a facada, mulher é liberada em audiência

Igor da Silva Bezerra de 20 anos foi atingido por um único golpe no tórax

Igor da Silva Bezerra de 20 anos não resistiu aos ferimentos e morreu (Foto: Maikon Junior/Rio Brilhante em Tempo Real)

José Carlos Marques, mais conhecida como 'Carla' de 49 anos, é acusada de matar o companheiro, Igor da Silva Bezerra de 20, com uma facada no tórax na última terça-feira (23), em Rio Brilhante (MS). Carla passou por audiência de custódia na tarde de quinta-feira (25) no Fórum de Rio Brilhante.

Carla estava presa desde o dia do crime tratado como lesão corporal seguida de morte. Conforme o Rio Brilhante em Tempo Real, ela relatou que vivia com a vítima há nove anos e por várias vezes tiveram brigas e agressões, porém nunca tinha registrado Boletim de Ocorrência.

Segundo Carla, no dia do crime, os dois teriam discutido dentro da residência. Durante a discussão, ocorreu o golpe que atingiu o tórax do companheiro que após ser ferido saiu correndo para via vindo a cair a cerca de 100 metros.

Além disso, ela contou que foi atrás dele com um veículo para socorre-lo, mas Igor não resistiu aos ferimentos. Em conversa com a reportagem, a Carla negou que tivesse a intensão de matar o companheiro e disse que o amava.

Na data, o Corpo de Bombeiros foi acionado mas a vítima já estava sem vida. Já a Polícia Militar realizou a prisão de Carla e também a apreensão da faca usada no crime.

O caso não foi registrado como homicídio. O delegado do caso, Alexandre Neves, ouviu a suspeita e também testemunhas do crime. Após a audiência de custódia, ela foi colocada em liberdade.

(Com informações Rio Brilhante em Tempo Real)