• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Paralimpíada Tóquio 2020

Sul-mato-grossense é ouro na Paralimpíada de Tóquio

Campo-grandense conquistou a primeira medalha dourada do Brasil em uma paraolimpíada

Sul-mato-grossense é ouro na Paralimpíada de Tóquio (Foto: Divulgação)

O sul-mato-grossense Yeltsin Ortega Jacques venceu com sobras, nesta quinta-feira, dia 26 de agosto, a prova de 5.000 metros do atletismo, classe T11 (atletas com deficiência visual, com baixa ou nenhuma visão), na Paralimpíada de Tóquio-2020.

O campo-grandense de 29 anos conquistou a primeira medalha dourada do Brasil na modalidade e sua primeira em uma Paralimpíada. Ele fechou a disputa no Estádio Olímpico com a marca de 15min13s12, novo recorde das Américas. Completaram o pódio dois corredores da casa: o japonês Kenya Karasawa ficou com a prata ao bater 15min18s12, e o seu conterrâneo Shynia Wada bronze, com 15min21s03.

(Foto: Wander Roberto/ CPB)

Durante a disputa, o brasileiro ficou na liderança do pelotão na maior parte da prova.

Em Tóquio, Yeltsin terá ainda pela frente provas de 1.500 metros, às 20h58 (horário de MS), do dia 29 de agosto, começando na rodada 1 da segunda eliminatória. O atleta também está inscrito na maratona, marcada para 4 de setembro, em horário entre 18h30 às 23h30 (de MS). 

Veja Também