• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

Revitalização começa por rotatória famosa por alagamentos

Drenagem na Rui Barbosa vai retardar a enxurrada no Córrego Cascudo, canalizado sob a Rachid Neder

(Foto: Denilson Secreta/Prefeitura de Campo Grande)

As obras de revitalização da Rui Barbosa começaram nesta semana com a implantação da rede de drenagem no trecho com a rotatória com a Avenida Rachid Neder, em Campo Grande, MS.

Neste lote, que vai  até a Avenida Fernando Correa da  Costa, serão feitos 2.437 metros de drenagem. A tubulação subirá da rotatória até a Rua Júlio Nimer.

Na outra ponta, a drenagem sairá da Fernando Correa da Costa até a Avenida Afonso Pena. A obra deve começar na próxima segunda-feira.

(Fotos: Bruno Barros)

De acordo com o superintendente de Obras da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Francisco Martinez, a drenagem no trecho inicial da Rui Barbosa vai retardar a chegada da enxurrada no Córrego Cascudo, canalizado sob a Rachid Neder, que desemboca no Segredo, provocando o transbordamento na altura da rotatória com a Avenida Ernesto Geisel.

É um primeiro passo para resolver o problema. Já está no planejamento deste ano, a drenagem na Rua Alegrete (transversal a Rui Barbosa) que também pressiona a vazão no Cascudo.

Enquanto durarem as obras neste trecho da Rui Barbosa no Bairro São Francisco, o trânsito até a Rua Júlio Nimer será interditado. Quem estiver na Rua Rui Barbosa, em direção ao centro, pegar a Rua 14 de Julho, Euler de Azevedo e a 13 de Maio. Para quem estiver indo em direção ao bairro, pegar a Rua Doutor Dolor Ferreira de Andrade e depois a Pedro Celestino.

A obra na Rui Barbosa - A Rui Barbosa é  um dos principais eixos viários do transporte coletivo da Capital, por onde circulam 53 linhas do transporte coletivo. Serão feitos 7,1 km de recapeamento, mais de 4 km de drenagem. A intervenção será desde as proximidades do viaduto da Universidade Federal (onde a rua ainda se chama Trindade), até o trecho final, quando se encontra com a Avenida Rachid Neder.

A via receberá um corredor do transporte coletivo no trecho entre a Rua Chile e a Avenida Mato Grosso, com 5 estações de embarque e desembarque. No trecho mais central, a partir do cruzamento com a Avenida Afonso Pena, a Rui Barbosa receberá mobiliário urbano semelhante ao da 14 de Julho, com câmeras de monitoramento, padronização das calçadas e Wi-fi gratuito.

Veja Também