• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

Provas para selecionar professor temporário serão aplicadas amanhã

Mais de 24 mil candidatos realizam neste domingo (19) as provas do processo seletivo para professor temporário da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul em Campo Grande e em Dourados.

 Na véspera da prova, já deixe separado os materiais que serão utilizados no dia seguinte, e relacione os documentos que devem ser levados: Documento oficial com foto, formulário e documentos que deverão ser entregues no dia e irão compor a prova de títulos, além de caneta esferográfica azul ou preta, fabricada em material transparente. Levar mais de uma caneta é importante para o caso de alguma delas falhar durante a avaliação. 

Verificar com bastante atenção o local de prova para evitar contratempos. Em Campo Grande, por exemplo, há duas unidades da Uniderp (Agrárias e Ceará), portanto é fundamental que o candidato confira no edital de ensalamento em qual das unidades fará o concurso. Planejar o tempo que gastará para chegar ao destino, considerando possíveis contratempos, como trânsito lento e local para estacionar, também é muito importante.

Outra dica essencial, e que inclusive é uma recomendação da Secretaria Estadual de Educação (SED) no edital, é de que os candidatos estejam nos seus locais de prova com, no mínimo, 1 hora de antecedência. Os portões serão fechados pontualmente às 15 horas, horário de Mato Grosso do Sul.

Aparelhos eletrônicos – telefone celular, bip, relógio de qualquer espécie, walkman, pager, notebook, palmtop, máquina fotográfica, gravador, aparelho portátil de armazenamento e de reprodução de vídeos, receptor de mensagens, agenda eletrônica ou similares – não são permitidos. Para não correr o risco de ser excluído do processo, evite o uso de qualquer um dos itens. No caso de celulares, desligue o aparelho antes mesmo de entrar na sala de provas.

A prova escrita objetiva do processo seletivo da educação terá duração de três horas, e será composta por 30 questões de múltipla escolha, cada qual contendo cinco alternativas, sendo apenas uma a correta. A avaliação será de zero a trinta pontos.

Não esqueça de levar o envelope com os documentos que irão compor a segunda fase do processo: a prova de títulos. O envelope deverá estar lacrado, e precisa ter a identificação completa do candidato, conforme especificado em edital.

A prova escrita possui caráter eliminatório e classificatório, enquanto a avaliação curricular é exclusivamente classificatória.