• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

Projeto Florestinha retoma os trabalhos com 120 crianças

As atividades estavam paralisadas desde o mês de março de 2020

Em tempos normais, as crianças atendem em média 20 mil alunos por ano. (Foto: Divulgação/ PMMS)

As duas Unidades do Projeto Socioambiental Florestinha de Campo Grande retornaram as atividades nesta quarta-feira (21). Com 120 crianças que se revezarão, durante os dias da semana, para evitar aglomeração.

As atividades estavam paralisadas desde o mês de março de 2020 e, nos momentos mais críticos das paralisações, as famílias que já são todas muitos carentes, passaram por muitas dificuldades, ao perderem o trabalho.

Naquele momento difícil, os integrantes do Projeto e a Secretaria de Assistência Social buscaram alternativas e a principal foi o atendimento alimentar com cestas básicas e também distribuição de “kits" de limpeza, para as famílias.

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental desenvolveu campanhas de arrecadação de alimentos, como a ocorrida na Semana do Meio Ambiente deste ano (junho/2021), de troca de mudas nativas por alimentos.

Por enquanto, as atividades serão somente internas, porém, a partir do retorno das aulas na rede pública, os trabalhos de Educação Ambiental que as crianças executam nas escolas também serão retomados.

A educação ambiental é executada em forma de oficinas didáticas. São elas as seguintes:

  • Reciclagem de papel, com palestra sobre os problemas relacionados aos resíduos sólidos.
  • Visitação ao museu de animais e peixes taxidermizados e materiais utilizados em crimes ambientais(empalhados), com palestra sobre fauna, pesca, atropelamentos de animais silvestres, etc.
  • Apresentação do teatro de fantoches, com peças sobre as questões ambientais, como: desmatamentos, incêndios florestais e resíduos sólidos, etc.
  • Ciclo da Água, com palestras sobre o ciclo, uso sustentável, poluição e escassez dos recursos hídricos.
  • Casa da Energia -Trata-se de uma maquete de uma residência com todos os locais de consumo de energia (lâmpadas, chuveiros, ar condicionado, geladeira, micro-ondas etc.). Com esta oficina é realizada a discussão e informação sobre os tipos de energia e a importância ambiental de se economizar este recurso.
  • Plantio de mudas nativas, com palestra sobre flora (Desmatamento, erosão de solos, controle de poluição, assoreamento), preservação, conservação e uso racional dos recursos hídricos.
  • Oficina sobre conservação do solo, com palestra sobre solos e a importância da cobertura vegetal na proteção dos solos.

Veja Também