• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

Para melhor atendimento, Funsat oferece curso de libras para funcionários

"Temos a intenção de levar o curso para mais municípios do Estado", afirmou a coordenadora do setor

Funcionários da Funsat participam de curso de libras instrumental (Foto: Marco Miatelo)

Doze servidores da Fundação Social do Trabalho (Funsat), em Campo Grande (MS), deram início nesta segunda-feira, 28 de Setembro, ao curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras) que irá durar dois meses. O grupo está sendo capacitado para atender pessoas com deficiência auditiva que procuram a Fundação para qualificação e outros atendimentos.

Especialista em tradução e interpretação e, docência em libras, a professora Jeanne Kheles Moreira explicou que é o curso é uma forma de ampliar o conhecimento. "Porque muitas vezes, a pessoa mais velha com deficiência auditiva, não tem tanta influência na língua dos sinais e, sim, na escrita. E, muito dos jovens sabem os sinais, mas não sabem a escrita. Desta forma, a formação tem como intuito capacitar os funcionários Funsat para o melhor atendimento".

A coordenadora do setor público, Jucimara da Silva, que teve a iniciativa de agregar o curso aos funcionários, esclareceu que a maioria dos surdos escrevem a língua portuguesa, sendo assim, temos que realizar o atendimento apenas com a escrita.

"Mas, por vezes, o deficiente auditivo não entende de nenhuma maneira e, desta forma temos que estar preparados para explicar da maneira mais clara para cada um. Alguns acabam tendo mais facilidades do que os outros. O objetivo é que a pessoa venha à Fundação e saiba que no momento em que adentrar, iremos solucionar suas dúvidas e conseguir atender, sem dificuldades".

"Com o comércio se expandindo, a procura por emprego aumentou. Estamos tendo um número de demanda grande. Além disso, agora com o novo modelo de Carteira de Trabalho Digital, a dificuldade para explicar para os surdos, é grande. Então, podemos dizer que a aula que estamos tendo, é um curso técnico para o atendimento. Com a formação, temos as melhores expectativas para a prática e a intenção de levar o curso para mais municípios do Estado", afirmou Jucimara.

O funcionário do setor Agência da Funsat, Anderson de Souza Gomes de 47 anos de idade, é um dos colaboradores que está participando o curso. Ele acredita que Libras é essencial para o serviço. "Tenho uma irmã com deficiência, então acaba não sendo tão difícil para mim, pois já participei de alguns cursos para maior compreensão. Porém, quando não praticamos, acabamos perdendo o conhecimento da língua. Mas, é uma língua importante para todos".

O participante e funcionário Anderson Gomes já participou de outros cursos de libras, mas afirma que se não tiver a prática é difícil
(Foto: Marco Miatelo)
(Foto: Marco Miatelo)
Veja Também