• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Caso Ambulância

Ocupantes de ambulância ‘desparecida’ recebem alta após atendimento em hospital

Veículo com equipe médica e paciente ficou atolado por mais de um dia em estrada vicinal

Ambulância foi resgatada pelo DOF atolada em estrada vicinal (Foto: Divulgação)

Apresentam bom quadro de saúde o paciente, motorista, médico e enfermeiro que estavam na ambulância ‘desaparecida’ por quase 24 horas, encontrada no final da noite desta terça-feira (06), em uma estrada alternativa que ligava Aral Moreira a Naviraí. 

Conforme informou a prefeitura de Naviraí, em nota divulgada nesta quarta-feira (6), os quatro quando encontrados “se encontravam clinicamente bem, apresentando sinais de fome e sede, o que foi suprido pela equipe de Naviraí”. 

Foi informado ainda que a paciente que era transportada em vaga zero para unidade hospitalar de Naviraí, por suspeita de Covid-19, não teve a doença confirmada pelas equipes de saúde locais. 

“A paciente que se deslocava para eventual tratamento de Covid-19 em UTI foi submetida a exames complementares no Hospital Municipal que afastaram o diagnostico prévio de coronavírus”, pontua o documento. 

Após os atendimentos de saúde em Naviraí, os quatro tripulantes da ambulância já tiveram alta médica e regressaram ao município de Aral Moreira. 

O caso

A ambulância Semi- UTI Ducato saiu às 23h36 da segunda-feira (04) de Aral Moreira com destino a Naviraí, com quatro pessoas a bordo e só foi localizada no final da noite da terça-feira (05), após um indígena passar pelo local, uma estrada alternativa e encontrar os ocupantes. 

Morador na região, o homem foi até uma fazenda onde o proprietário entrou em contato com o DOF (Departamento de Operações de Fronteira). 

(Com informações: Dourados News)

Veja Também