• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Investigação

Morre professora baleada que foi abandonada em hospital

Anderci da Silva foi deixada com ferimento de arma de fogo por um homem de caminhonete em fevereiro

Polícia Civil investiga quem deixou a professora baleada em hospital (Foto: Arquivo Pessoal)

A professora Anderci da Silva, de 44 anos, morreu no início da noite deste domingo (21), em Campo Grande. Ela estava internada desde o dia 23 de fevereiro, após ser baleada. De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima deixada em um hospital particular da Capital por uma caminhonete prata, com um ferimento na lombar, causado por arma de fogo.

No boletim médico divulgado no domingo (21) informava que a professora estava em estado grave e que ela teve uma queda na pressão arterial, “chegando quase a zero”. A atualização, datada com a hora de 12h51, constava como paciente “com alta chance de falecer nas próximas 24h”.

A investigação sobre o caso está sendo conduzida pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. De acordo com a filha da vítima em relato à Polícia Civil, Anderci era concursada em Dourados, mas passou a morar na Capital com um namorado desde o ano passado.

A professora foi candidata a vereadora na cidade de Dourados pelo Partido dos Trabalhadores.

Veja Também