• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Fecha aqui e Aglomera lá

Lockdown na cidade de Dourados causa aglomeração no comércio das cidades vizinhas

Como em Itaporã, que viu a movimentação no comércio dobrar nos últimos dias

Foi possível perceber uma maior movimentação nas filas das lotéricas, por exemplo. (Foto: Divulgação/ Dourados News)

O decreto nº 400 que estabeleceu ‘lockdown’ ou ‘fecha-tudo’ em Dourados- MS desde o dia 30 de maio até o dia 12 de junho, levou muitos douradenses a buscarem em cidades vizinhas atendimento em comércios, principalmente para compra de bebidas alcoólicas e pagamento de contas em casas lotéricas.

É o que aconteceu em Itaporã- MS, distante 15km do município e com pouco mais de 25 mil habitantes, que viu a movimentação no comércio dobrar nos últimos dias, com pico registrado no feriado de Corpus Christi, na semana passada.

Conforme apurado pelo Dourados News na ‘cidade do peixe’, o cenário beneficiou o comércio, mas trouxe também a preocupação com a disseminação da Covid-19, que foi o motivo para que Dourados esteja vivendo lockdown de 14 dias.

“O problema é sério e difícil de controlar 100%. E com a medida de Dourados, por exemplo, ocorreu sim uma movimentação maior em Itaporã, na lotérica, no banco, em supermercado também. Claro que esse fluxo de douradenses aqui na cidade é um risco maior...", explicou o prefeito de Itaporã, Marcos Pacco (PSDB).

Veja Também