• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Problemas de saúde

Jamil Name deve voltar para o sistema penal de MS

O empresário Jamil Name, preso na Operação Omertà, deverá voltar para sistema penal de Mato Grosso do Sul. A decisão é do juiz corregedor do presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, Walter Nunes da Silva Júnior, que deu prazo de 30 dias para transferência de Name.

O juiz acatou os argumentos da defesa, segundo os quais o empresário padece de problemas de saúde e precisa de cuidados. No despacho, o juiz destacou que Name precisa de acompanhamento médico e de fisioterapia devido à dificuldade para andar.

Ainda de acordo com o magistrado, o presídio federal de Mossoró não oferece fisioterapia, assim o presidiário tem risco de quedas e de fraturas. Name está em Mossoró desde 30 de Outubro. 

O empresário e filho dele, Jamil Name Filho, e outras pessoas foram presos em 27 de Setembro suspeitos de formação de uma milícia armada que teria praticado assassinatos em Campo Grande. Segundo as investigações, os Name seriam os líderes do grupo. Eles alegam inocência.