• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Fecomércio

Fecomércio diz que fechamento de lojas não vai conter a pandemia

Quarenta e três municípios foram classificados na ‘bandeira cinza’ de grau extremo de contágio

(Foto: Luciano Muta)

Presidente do Sistema Fecomércio MS, Edison Araújo, pediu medidas para que os empresários e comerciantes do Mato Grosso do Sul não tenham que fechar as portas após atualização do mapa do Prosseguir, onde 43 municípios foram classificados na ‘bandeira cinza’ de grau extremo de contágio e o anúncio de restrições em serviços.

Segundo nota divulgada nesta sexta-feira (11/6), Araújo fala da grave consequência econômica e a insegurança que os comerciantes têm enfrentado há 15 meses no Estado, além das adaptações para manter o funcionamento das empresas.

“O comércio, é seguro e essencial! É essencial para a manutenção dos empregos, para a manutenção da renda de milhares de pessoas e para a manutenção do PIB (Produto Interno Bruto), do qual representa mais de 70% do total gerado em MS”, afirma.

Ainda segundo a nota, o fechamento do comércio não é capaz de conter a pandemia e outras medidas deveriam ser tomadas, levando em conta todos os setores afetados. “Sentimos falta de um plano de enfrentamento da crise, que fosse discutido em conjunto com os setores produtivos, para a soma de esforços e a definição de estratégias”, disse.

Araújo finaliza enfatizando que o Sistema Fecomércio entende a gravidade e a urgência para conter a pandemia e, por isso, é necessário iniciativas para achar caminhos alternativos e inovadores, para superar o momento em que o Mato Grosso do Sul atravessa.

Veja Também