• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Meio Ambiente

Animais mortos podem ter sido envenenados no Pantanal

Suspeita é de que o uso de veneno agrícola ilegal na região tenha causada as mortes de 19 animais

Uma das onças mortas era monitorada por GPS (Foto: Gustavo Fonseca/Reprocon)

Dezonove animais foram encontrados mortos na região do Passo do Lontra, no município de Corumbá, no Pantanal de Mato Grosso do Sul. A suspeita é de envenenamento, mas o caso ainda está sob análise.

Foram encontrados sem vida duas onças-pintadas, um cachorro-do-mato, um gavião carcará, 14 urubus, além de uma carcaça bovina. Os animais não apresentavam nenhum ferimento. As equipes apuram se o uso de veneno agrícola ilegal na região teria causada as mortes.

Animais podem ter sido mortos por envenenamento (Fotos: Reprocon/Divulgação)

Conforme o grupo de pesquisa em desenvolvimento de biotecnologias, Instituto Reprocon, uma das onças encontradas mortas era o macho batizado de Sandro. “Macho de onça-pintada com mais de 120kg e apenas 4 anos”, detalhou o grupo.

Desde Novembro do ano passado, Sandro era monitorado através de colar GPS pelo Reprocon, o que permitiu a localização de todos estes animais mortos, conforme relato do Instituto.

"Na semana passada, (o colar) deu sinal de mortalidade, por isso fomos a campo para saber o que estava acontecendo. No caminho, encontramos outra onça pintada macho, ainda maior que o Sandro, morta. Então, notificamos as instituições públicas", disse um pesquisador do Reprocon.

(Fotos: Reprocon/Divulgação)

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informou que esteve no local após notificação da Polícia Federal (PF) e constatou as mortes.

Foi feita a coleta de material que passará por análise pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) para identificar as causas.

Veja abaixo o relato do pesquisador do Reprocon gravado em vídeo ao encontrar a onça morta:

Veja Também