• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Black Friday

Consumidores registram quase 7 mil reclamações em 48h de Black Friday

Reclame Aqui registra 6.966 reclamações referentes à Black Friday

(Foto: Luciano Muta/Arquivo)

A Black Friday chegou mais cedo para alguns e as reclamações também. De acordo com monitoramento do Reclame Aqui, das 12h de quarta-feira (24) até as 12h desta sexta-feira (26), os consumidores já fizeram 6.966 reclamações no site. O volume é 20% maior em relação ao mesmo período de 2020.

Conforme balanço, os produtos que mais apresentam reclamações no site são os smartphones, seguidos pelos serviços de entrega, tênis, cartões de créditos e livros, respectivamente. Os principais problemas registrados são referentes a atraso na entrega, que toma conta de 20,94% das reclamações.

Além disso, as empresas deste ano também retratam os tipos de produtos no foco do consumo. Diferente do ano anterior, empresas de meios de pagamento ainda não compõem o ranking de empresas mais reclamadas. E, apesar do grande volume de vendas e estarem no radar dos consumidores em datas anteriores, os e-commerces chineses não ganharam a preferência na Black Friday.

Os consumidores também encontram dificuldades em propagandas enganosas, estorno no valor do pagamento, além de problemas na finalização das compras e até mesmo recebimento de produtos errados. Nos rankings de reclamação em relação a produtos, empresas e problemas, está refletido o comportamento do consumidor.

Quem lidera o ranking de empresas mais reclamadas são os grandes e-commerces, com boas reputações e que mais solucionam as críticas. No topo da lista de empresas mais reclamadas está a Americanas Marketplace, seguida pela Amazon, e as lojas on-line da Americanas e Magazine Luiza.

Veja Também