• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Educação

Alunos da Escola do Sesi de Corumbá apresentam projetos de casas ecológicas

Atividade surgiu da necessidade de trabalhar a interdisciplinaridade mediante o plano curricular

(Foto: Divulgação)

Como parte das aulas online adotadas em razão da pandemia mundial do novo coronavírus (Covid-19), os alunos da 1ª série do Ensino Médio da Escola do Sesi de Corumbá apresentaram virtualmente os projetos de casas ecológicas. A atividade surgiu da necessidade de trabalhar a interdisciplinaridade mediante o plano curricular.

A interdisciplinaridade tem o objetivo de promover a integração dos conteúdos de diferentes disciplinas. Uma prática educacional que procura fazer com que as áreas do conhecimento se complementem de forma que os conteúdos das disciplinas sirvam de apoio ao aprendizado umas das outras.

O intuito é tornar o conhecimento mais significativo, mais amplo e mais útil ao aluno. Nessa perspectiva, os estudantes foram desafiados pelos professores que atuam no itinerário a elaborarem e apresentarem um projeto interdisciplinar.

Os trabalhos sobre casas ecológicas tiveram início com aula expositiva sobre a importância e validação de trabalhar a interdisciplinaridade por meio de projetos. Cada professor mediou os alunos de acordo com temáticas de cada área trabalhada.

Os estudantes foram orientados a realizarem um trabalho, onde a culminância foi a apresentação do protótipo da casa ecológica e sua planta baixa. Para nortear os alunos foram apresentados os critérios de avaliação.

Coube aos estudantes a apresentação da planta baixa da casa ecológica, a criatividade e inovação na elaboração das casas, o contexto histórico, a localização, o processo de dinamismo social, os recursos e o descarte dos materiais utilizados na confecção do protótipo.

Além desses itens, também foram avaliados a utilização e reutilização da energia, a acessibilidade e a oralidade nas apresentações. Os estudantes apresentaram para a banca de professores e alcançaram as habilidades e competências esperadas na elaboração do projeto.

Para a aluna Gabrielly Marjorie Galarza Pires, a experiência foi relevante e proporcionou o aprimoramento no trabalho de pesquisa, criatividade e inovação. “Penso ser muito interessante por meio de um projeto aprender conteúdos diversificados. Além de compreender os benefícios das casas ecológicas para o ser humano e o meio em que o mesmo está inserido”, disse.

Já a colega dela, a aluna Maria Eduarda Gil da Costa, destacou que realizar esse projeto foi muito interessante. “Trabalhar por meio do mesmo a interdisciplinaridade entre outros benefícios me trouxe motivação e vontade de me dedicar cada vez mais aos estudos”, disse.

Veja Também