• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

IBGE abre 1.003 vagas temporárias em MS

Processo seletivo simplificado complementar para contratação temporária para recenseadores do Censo

(Foto: Reprodução – Internet)

O IBGE divulga hoje (09) processo seletivo simplificado complementar (PSS) para contratação temporária para recenseadores do Censo 2022. Em Mato Grosso do Sul, são 1.003 vagas, distribuídas em diversos municípios do Estado, bem como para assentamentos e terras indígenas (TI).

Confira o detalhamento das vagas no site do IBGE e também abaixo deste texto. Foram contempladas a capital Campo Grande e cidades como Dourados, Três Lagoas, Ribas do Rio Pardo, Ponta Porã e outras mais.

As vagas são para nível fundamental completo. As inscrições seguem até a próxima quarta-feira (15), sem cobrança de taxa. Os interessados devem acessar o Portal do IBGE, e fazer a inscrição por meio do formulário virtual.

A seleção será feita por análise curricular. “Os candidatos devem preencher o formulário com os dados relativos à formação e essa análise de títulos será classificatória. Quando forem convocados, eles precisam comprovar a titulação”, explica o coordenador de Recursos Humanos, Bruno Malheiros.

De acordo com o edital, é recomendado que o recenseador tenha uma jornada de trabalho mínima de 25 horas semanais. O profissional também passará por um treinamento obrigatório antes do início da coleta do Censo. A divulgação do resultado final está prevista para o dia 30 de junho.

O recenseador tem como principal função entrevistar os moradores durante a coleta. Como a remuneração é por produção, ela pode variar de acordo com o tempo dedicado ao trabalho e o grau de dificuldade na abordagem aos domicílios. É possível calcular uma estimativa neste simulador. A previsão de duração de contrato do recenseador é de até três meses.

Processo complementar - “O processo complementar tem o objetivo de contratar pessoal para as vagas que não foram preenchidas no processo seletivo simplificado. A diferença entre as duas seleções é que no PSS complementar há análise curricular em vez de prova e não é cobrada taxa de inscrição”, diz Bruno Malheiros.

As contratações serão efetuadas nos termos da Lei 8.745, que permite a admissão de pessoal por tempo determinado a fim de atender a necessidade temporária de excepcional interesse público.

Vejas as tabelas de vagas para MS: