• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

Governo abrirá 250 vagas de estágio com bolsas de R$ 1,1 mil

Contratos terão duração de 12 meses, podendo ser prorrogados; carga horária será de 4h diárias

(Foto: Matthew Henry/Burst)

O Governo de Mato Grosso do Sul anunciou que vai contratar 250 estagiários das mais diversas áreas do ensino superior para trabalhar nas secretarias e autarquias estaduais. A contratação será feita meio da Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia (Fundect).

O governador Reinaldo Azambuja firmou convênio de R$ 11,8 milhões com seis universidades que compõem o Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul (CRIE-MS) para a execução do “Programa de estágio supervisionado e capacitação técnica do Governo do Estado de MS”.

Integram o CRIE-MS a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) juntamente com as Universidades Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Federal da Grande Dourados (UFGD), Católica Dom Bosco (UCDB) e Anhanguera-Uniderp, além do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

"É um programa inédito no Brasil. Através desse convênio com universidades públicas e privadas, vamos disponibilizar aos alunos estagiários adentrarem nas estruturas de governo, conhecerem modelos de governança e contribuírem com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. Os estagiários vão colaborar com o planejamento estratégico do Estado, que tem dado bons resultados", afirmou Reinaldo Azambuja.

Para o reitor Laércio Alves de Carvalho, esse importante acordo entre o Governo junto ao CRIE-MS demonstra "a importância com que o Executivo Estadual considera a educação superior no Mato Grosso do Sul. O estágio é uma etapa importantíssima na formação profissional dos acadêmicos", destacou o reitor da UEMS, que ocupa a vice-residência do Conselho, sob presidência da reitora do IFMS, Eliane Borges Cassiano.

Oportunidades já para 2021 - A seleção dos candidatos será feita pela Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (Fapec), em parceria com a Secretara de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov). Os contratos terão duração de 12 meses, com a possibilidade de prorrogação pelo mesmo período. Cada aprovado terá bolsa de R$ 1,1 mil para 4 horas diárias de estágio.

Estudantes matriculados entre o 3º e 6º semestre dos seguintes cursos poderão participar da seleção: Pedagogia, Psicologia, Assistência Social, Enfermagem, Fisioterapia, Administração, Contabilidade, Informática, Direito, Economia, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção, Engenharia da Computação, Engenharia de Software, Arquitetura, Relações Internacionais, Letras, Ciências Políticas, Design Gráfico, Comunicação Social, Marketing, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Gestão Pública e Jornalismo.

Segundo o superintendente de Planejamento e Gestão Estratégica da Segov, Thaner Castro Nogueira, a seleção terá início ainda neste semestre. "Entre setembro e outubro. Esse ano serão 125 vagas. Ano que vem mais 125. Cada estagiário vai receber um treinamento e passará por uma avaliação mensal. Vamos alocar esses recursos humanos em projetos estratégicos para o Estado", explicou.

(Fonte: Assessoria de imprensa da UEMS)