• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Meio Ambiente

Luan Santana faz live e doa figurino em prol do Pantanal

Cantor prepara live em chalana no Rio Paraguai, em 22/11, e leilão de figurino em prol do Movimento “O Pantanal Chama”

(Foto: Nicolle Comis – Divulgação)

Natural de Campo Grande e padrinho do Instituto Arara Azul há seis anos, Luan Santana amplifica o abraço de que a sua região tanto carece neste momento de queimadas recordes, que ameaçam as comunidades tradicionais, a biodiversidade pantaneira e as principais vocações do bioma, que são a pecuária e o ecoturismo.

Não é tempo de medir esforços para salvar tantos animais da morte e tanta gente que sobrevive da riqueza ribeirinha produzida pela fauna e a flora locais.

É com o conhecimento de quem nasceu e cresceu na região que o cantor prepara uma live para arrecadar fundos para o movimento “O Pantanal Chama”, da instituição SOS Pantanal, que vem distribuindo as arrecadações para diversas iniciativas em favor da recuperação da região e da prevenção a possíveis novos incidentes que castiguem aquele solo e todo o seu entorno. Zelando pela transparência, todas as doações podem ter seus destinos acompanhados pelo público e empresas dispostas a ajudar, por meio das mídias sociais e site da própria SOS PANTANAL (www.sospantanal.org.br).

O show está agendado para 22 de novembro, em pleno Rio Paraguai, diretamente de uma chalana, com exibição ao vivo pelos canais de Luan Santana e das instituições ligadas ao movimento pelo YouTube. O cartaz será ampliado com as hashtags #MovimentoOPantanalChama, #OPantanalChama, #SOSPantanal e #UniãoPantanal no Twitter e Instagram.

Artistas da região ou não serão convidados a se juntarem a Luan neste palco excepcional, unindo esforços para potencializar as doações, como o cantor já demonstrou atrair em outros shows ao vivo durante esta pandemia.

Em suas ações anteriores, Luan alcançou quase dois milhões de visualizações simultâneas, somou mais de 17 milhões de visualizações entre YouTube e Instagram, esteve por mais de cinco dias entre os vídeos mais vistos no Brasil, Uruguai, Portugal, Paraguai , Bolívia, Argentina e Irlanda, com mais de 6 milhões de menções no Twitter, entre outros feitos na casa de milhões.

Os números de tamanho engajamento se refletiram, só para citar a primeira live, na arrecadação de R$ 370 mil, 328 toneladas de alimentos, 10 toneladas de ração para animais, milhares de unidades de máscaras e frascos de álcool em gel, sem falar nas milhares de unidades de travesseiros, lençóis, toneladas de produtos de limpeza e tantos litros d’água destinados aos mais vulneráveis durante o período de confinamento, de março para cá.

Agora, a meta é colaborar para alcançar R$ 8 milhões, sendo a live apenas uma parte de um grande planejamento de arrecadações. O público será convidado a fazer doações espontâneas a partir de R$ 5 diretamente à SOS Pantanal (que venderá também camisetas, bonés e outros itens em prol da causa, por meio de seu site, de suas redes sociais e da própria live no dia 22/110. E um detalhe: a criação das estampas de todos os produtos, com símbolo do Pantanal, traz assinatura de Luan Santana. Em breve, todos os itens estarão disponíveis na loja oficial do artista (www.luansantanashop.com.br)

Viva o Pantanal – Luan prepara ainda o leilão de um de seus figurinos mais marcantes usados em seu recente DVD, “Viva”, cuja premissa era justamente a saudade do abraço presencial em detrimento dos contatos virtuais, ideia que antecedeu, e de certa forma preconizou, a pandemia. A doação será revertida para a instituiçãoARARA AZUL.

A peça escolhida será a calça listrada que ele usou ao interpretar as músicas “Água com Açúcar”, “Boa Memória”, “Choque Térmico” entre outras. A peça em questão marcou ainda o momento em que o astro tira a camiseta e joga para o público, ao cantar o hit “A”.

Com 70 milhões de seguidores em redes sociais, sendo quase 30 milhões no Instagram, o cantor confia que pode fazer a diferença para uma pauta urgente naquele que é o seu berço. As doações emergenciais incluem o resgate e o cuidado de animais feridos pelo fogo e pela desnutrição de ambientes incendiados, o suporte ao combate aos incêndios, e a doação de cestas básicas à população desassistida pela tragédia.

Em médio prazo, o dinheiro contemplará também a compra de equipamentos e EPI’s para brigadistas de incêndio que têm se organizado em grupos locais da sociedade civil, assim como o treino para capacitação adequada e segura para o ofício desses profissionais, além de educação ambiental a todos. O Objetivo do instituto SOS PANTANAL é preparar os moradores locais em brigadistas permanentes como forma de prevenção a novas queimadas.

Outra sugestão prevê ainda o essencial plantio de mudas para restaurar o que for possível no bioma incendiado e o monitoramento de todo o trabalho de resgate da fauna e da flora locais.

O público será convidado ainda a assinar o manifesto “O Pantanal Chama”, disponível www.sospantanal.org.br/movimentoopantanalchama

O documento reforça o alerta às autoridades públicas sobre a atenção de que a região carece e de seu valor ambiental, não só para o planeta, mas, principalmente, para o nosso país e o nosso patrimônio perante o mundo.

Clipe - Uma Ode ao Pantanal - Luz, câmera e, literalmente, ação: com direção de Bruno Fioravanti, Luan Santana gravou na semana passada o clipe “Deus Salve o Pantanal”. Quando do seu lançamento, que anunciaremos em breve, toda a renda de execução em todas as plataformas será revertida à causa. Mais que um poema e uma melodia que fazem o ouvinte viajar na voz suave do cantor, imaginando aquela beleza que ele tão bem conhece e tanto quer lutar e preservar, a música integra o projeto do artista, da SOS Pantanal e de todos que enaltecem a natureza.

“Queria ser chuva, mas estou em chamas, não tem flor em meu quintal, Deus Salve o Pantanal!”. Que este refrão ecoe pelo mundo como bandeira, como movimento, como manifesto, como luta, como alerta a este paraíso em chamas!

Instituições ligadas à SOS Pantanal para receber ajuda:

• G.R.A.D. – Grupo de Resgate de Animais em Desastres

• ICV – Instituto Centro de Vida Animais em Desastres

• Instituto Arara Azul

• Instituo Homem Pantaneiro (Atuação no Movimento Formação da Brigada Alto Pantanal)

• Panthera Brasil (Atuação no Movimento de prevenção e combate aos incêndios)

• Wetlands Mupan (Atuação no Movimento para suprimir as necessidades emergenciais nas comunidades do Mato Grosso do Sul)

SOS Pantanal – O Instituto Socioambiental da Bacia do Alto Paraguai - Instituto SOS Pantanal é uma organização não-governamental, privada, sem vínculos partidários ou religiosos e sem fins lucrativos. Fundada em julho de 2009, tem a missão de promover o diálogo entre representantes dos diversos setores da sociedade pantaneira para um Pantanal sustentável.

O Instituto promove a gestão do conhecimento e a disseminação de informações através da divulgação da natureza e cultura pantaneira, de forma a sensibilizá-los e desencadear impactos positivos para a conservação e desenvolvimento do bioma.

Veja Também