• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Pandemia

Idosos soltam imaginação em concurso de pintura sem sair de casa

Fundação Manoel de Barros leva materiais às casas dos idosos e depois recolhe os trabalhos

Luci Kalache Vargas recebendo os materiais em casa (Foto: Marco Miatelo)

Idosos moradores de Campo Grande, MS, estão soltando a imaginação em um concurso de pintura promovido pela Fundação Manoel de Barros. Eles não precisam sair de casa nem mesmo para comprar materiais para fazer os desenhos. Os kits são entregues nas casas deles e os trabalhos recolhidos depois pelos mensageiros da fundação.

Este é o segundo ano da ação que visa manter idosos em atividades prazerosas durante a pandemia sem que isso represente riscos à saúde. O 2º Concurso de Pintura – Criativa Idade que Colore tem como tema neste ano ‘Colorir e sentir.’

Dessa forma, o idoso terá a oportunidade de colorir os sentimentos pela arte. Quem já demonstrou que tem habilidades para o trabalho artístico é a aposentada Luci Kalache Vargas, de 73 anos. No ano passado, ela encantou com o romântico desenho de um casal em um jardim colorido.

Desenho foi por Luci Kalache no ano passado (Foto: Reprodução)

Nesta segunda-feira, 26 de Julho, Luci recebeu feliz sua caixa de materiais, entregues na residência onde mora, na Vila Glória. O kit especial é composto por uma tela de pintura de 30 por 40 cm, uma caixa de giz a óleo e um item surpresa (que também deve ser usado na arte).  

Nas entregas residenciais ou no drive-thru montado na sede da fundação, a equipe segue medidas preventivas, utilizando máscaras, luvas, álcool em gel e mantendo distância, sem nenhum contato físico com os idosos.

Os integrantes também orientaram sobre o descarte correto das embalagens dos kits, higienização dos materiais e das mãos.

Os idosos terão 14 dias para criar a obra. Além dos materiais do kit, itens como tinta, glitter, retalhos, entre outros, também podem ser utilizados. A criação é livre.

No dia 4 de Agosto, a equipe da Fundação retornará às residências para recolher as telas e também receberá as obras via drive-thru, seguindo os mesmos cuidados.

De 9 a 16 de Agosto, um júri do curso de Psicologia da Uniderp irá avaliar as telas e escolher as melhores. Depois, em 20 de Agosto, será a premiação.

O concurso de pintura é uma atividade inserida no Projeto Ativa Idade, que é realizado desde 2013 pela Fundação Manoel de Barros. O projeto que atende 103 pessoas promove a autoconfiança do idoso, para que se reinvente, resgate a autoestima, recupere o vínculo familiar, faça novas amizades e desenvolva habilidades.

“Com o longo período de distanciamento social que temos enfrentado na pandemia, a Fundação Manoel de Barros promoveu várias atividades remotas. Temos orgulho em dizer que não paralisamos em nenhum momento, o nosso usuário principal, que é a pessoa idosa, não deixou de ser atendido”, destaca Marcos Henrique Marques, diretor da Fundação.

"As aulas de ginástica, informática, tai chi chuan, canto e pilates que antes eram presenciais, passaram a ser transmitidas pela internet e criamos ações, como o Programa Madrinha & Padrinho, o Jardim do Manoel, a Festa na Caixa e o Concurso de Pintura. Todas as atividades foram como um ´abraço´, uma forma de abraçarmos eles, mesmo a distância. E, agora, lançamos o ´2º Concurso de Pintura´", completa Marques.

(Foto: Divulgação)

Fundação Manoel de Barros - Instituída em 1998, a Fundação Manoel de Barros é uma entidade sem fins lucrativos que tem como missão contribuir com a promoção do desenvolvimento social, científico e tecnológico, por intermédio de parcerias, para construção de uma sociedade justa e igualitária.

A FMB desenvolve projetos e ações com amor, respeito, ética, comprometimento, perseverança e solidariedade a fim de melhorar a qualidade de vida da sociedade.

Atua com o apoio do Conselho Municipal do Idoso (CMI), Comper, Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (SEDHAST), Uniderp e Vale. Mais informações em www.fmb.org.br/ ou pelo telefone (67) 3384-8042.

(Foto: Divulgação)
Veja Também