• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Crime brutal

Vítimas de triplo homicídio são sepultadas em Goiás

Pai, mãe e filha foram mortos a facadas., em Umuarama - PR

(Fotos e imagens: Portal Piresino)

Foram sepultados no início da tarde desta quarta-feira (12) os corpos de Jaqueline Soares (39 anos), Antonio Soares dos Santos (65 anos) e Helena Marra dos Santos (59 anos), mortos a golpes de faca, na avenida São Paulo, em Umuarama. O acusado do crime, Jean Michel Souza, marido de Jaqueline, está preso.

Os corpos saíram de Umuarama ainda na terça-feira (10) e chegaram na madrugada de quarta-feira a Pires do Rio, a 150 quilômetro de Goiânia, em Goiás, de onde era a família. O velório começou às 9h30 e posteriormente os caixões foram levados para Cemitério da Esplanada no jazigo da família.

Amigos e familiares se despediram, de forma restrita por conta da pandemia. Nenhum parente quis se manifestar a respeito do caso, mas o clima de tristeza assolava o local, segundo levantou OBemdito em parceria o Portal Piresino.

ean Michel de Souza no momento em que foi encaminhado para a carceragem da cadeia de Umuarama / FOTO: OBEMDITO

O CRIME

A repercussão do crime na pacata cidade de Pires do Rio foi enorme, bem como em todo Brasil. Manchetes da grande imprensa destacaram o horror que chocou também Umuarama, por conta da brutalidade do crime.

De acordo com a 7ª Subdivisão Policial (7ª SPD) o triplo homicídio ocorreu por volta das 22h de domingo (08) – dia dos pais. No dia seguinte, quando chegou para trabalhar, a doméstica da casa encontrou os corpos do casal no térreo.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e isolou o local até a chegada da Polícia Civil (PC). Neste ínterim, Jean Michel chegava para trabalhar na loja de aviamentos dele, na praça Miguel Rossafa.

Vítimas tinham diversas perfurações pelo corpo (Foto:Rede Social)

O Samu foi acionado para socorrer a empregada, que ficou em estado de choque e quando a Civil fez a varredura no imóvel descobriu o corpo de Jaqueline dentro de uma banheira no andar de cima.

Jean desde o primeiro instante foi apontado como suspeito. Ele foi preso no fim da noite e permaneceu em silencio durante o depoimento.

(Informações site O Bem Dito)