• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Fronteira

Suspeito de matar mãe e filha em Ponta Porã é procurado

Antônio Cezar Cavalheiro Soares é ex-companheiro de uma das vítimas

Antonio Cezar Cavalheiro Soares está foragido (Foto: Divulgação)

O principal suspeito pelo crime que matou mãe e filha, em Ponta Porã (MS), está sendo procurado pela Polícia da Fronteira. O homem foi identificado como Antonio Cezar Cavalheiro Soares. Ele é proprietário de uma auto-elétrica da cidade.

Érica Rodrigues Salomão foi executada no setor de frutas de um supermercado, onde trabalhava. E, Naiala Vitória, a ex-companheira de Antônio, foi morta enquanto chegava para trabalhar no Hospital Regional de Ponta Porã

Segundo fontes policiais, Antônio Cezar é conhecido pelo histórico de violência. Neste mês, Naiala teria registrado denúncia contra ele na Polícia Civil.

(Com informações Sidrolândia News)

O caso — Duas mulheres foram assassinadas na manhã desta terça-feira (4), em Ponta Porã (MS). Os crimes ocorreram em frente a um supermercado e também no Hospital Regional. Segundo informações, as vítimas eram mãe e filha.

Por volta das 07h30, o assassino chegou na região do supermercado que fica localizado na vila Maria Auxiliadora. Ele entrou no estabelecimento e executou a mãe, identificada como Érica Rodrigues Salomão — ela trabalhava no setor de feirinha do local.

As testemunhas relataram que o homem atirou nas pernas da vítima, para que ela não conseguisse correr. Além disso, disseram que a mulher pedia para que ele não a matasse.

Em seguida, o homem se deslocou até o Hospital Regional de Ponta Porã e ficou próximo ao portão da unidade. Quando a filha de Érica chegou para trabalhar em uma motocicleta de cor preta, a mesma, também foi executada. A vítima foi identificada como Naiala Vitória Rodrigues de 25 anos de idade. No local, a polícia encontrou quatro cápsulas de 9mm.

Foi relatado que no dia 1° deste mês, Naiala teria registrado um Boletim de Ocorrência por ameaças contra o seu namorado.

Érica deixou outra filha de 11 anos e, Naiala deixou um bebezinho.

O caso segue em investigação.

Veja Também