• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Crime Ambiental

PMA surpreende pescador no interior e ele se joga no rio para fugir da fiscalização

O homem não foi alcançado pelos policiais

O condutor irá responder por crime ambiental de pesca predatória (Foto: Divulgação/PMA)

Policiais Militares Ambientais (PMA) de Rochedo (MS), realizavam uma fiscalização preventiva à pesca predatória nesta quinta-feira, 17 de Setembro, pelas margens do rio Aquidauana e vistoriaram várias pessoas pescando e todos pescavam legalmente.

Entretanto, na região conhecida como recanto dos pintados perceberam um pescador usando tarrafa no rio. Ao avistar a equipe, o infrator jogou o petrecho ilegal no rio e, também em atitude extremamente perigosa se jogou na água, atravessando à nado, não sendo alcançado.

A equipe conseguiu resgatar a tarrafa que foi apreendida.

Se identificado, o pescador irá responder por crime ambiental de pesca predatória.

A pena para este crime é de um a três anos de detenção. Há também a previsão de multa administrativa de R$ 700,00 a R$ 100.000,00. A PMA irá continuar em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso desse tipo de petrecho ilegal que possui alto poder de captura.

Veja Também