• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Vacina no Braço

Gestantes a partir de 18 anos, com ou sem comorbidades, poderão ser vacinadas contra Covid-19 em MS

Além das gestantes, o percentual de 10% também poderá ser utilizado para imunização de mulheres lactantes

Prefeitura alerta gestantes para atenderem ligações de programa de monitoramento pós vacinação (Foto: Divulgação)

A partir deste final de semana, todas as gestantes a partir dos 18 anos, em qualquer idade gestacional, com ou sem comorbidades, poderão ser vacinadas em Mato Grosso do Sul contra a Covid-19. Para tanto, terão que, além de manifestar interesse pela vacina, apresentar autorização expressa do médico obstetra que estiver fazendo o acompanhamento gestacional.

A medida foi aprovada na mais recente reunião da CIB – Conselho Intergestores Bipartite, fórum que reúne os 79 secretários municipais de Saúde de Mato Grosso do Sul e a Secretaria Estadual de Saúde (SES), realizada na tarde de quinta-feira (17).

De acordo com a Resolução 114 CIB/SES, para aplicar as doses da vacina contra a Covid-19 nesse segmento populacional, os municípios estão autorizados a empregar o quantitativo de 10% das vacinas pertencentes à Coordenadoria Estadual de Vigilância Epidemiológica (CEVE), destinado a ajustes operacional.

Além das gestantes, o percentual de 10% também poderá ser utilizado para imunização de mulheres lactantes, com até dois anos de amamentação; e genitores e/ou tutores que auxiliam nos cuidados de indivíduos com deficiência permanente e necessidades especiais.

Conquista

Segundo o secretário estadual de Saúde Geraldo Resende, a imunização das gestantes é uma conquista na luta pela diminuição da mortalidade materna, principalmente após o advento a pandemia da Covid-19.

“Uma das metas do governo do Estado é diminuir esses números e, como ginecologista e obstetra, tenho isso como missão de vida. A vacinação das gestantes contra a Covid-19 vai nesse direcionamento”, salienta Geraldo Resende.

Veja Também
Correios
Farejadores encontram maconha e cocaína postadas por traficantes via Correios

A droga seria enviada para A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em uma ação conjunta com o Centro de Distribuição dos Correios (CDD) entre o Grupo de Operações com Cães (GOC/MS) e Setor de Coordenação de Segurança Corporativa da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, apreendeu diversas encomendas com drogas nesta quinta-feira (29), que seriam enviadas para os estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Distrito Federal e até para Hong Kong