• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Capital

Condutor que matou motociclista em acidente se apresenta à polícia

Vítima de 54 anos foi atingida na traseira da moto, atropelada e arrastada por cerca de 40 metros

Motociclista atropelado morreu no local do acidente (Foto: Marco Miatelo)

O condutor que teria provocado o acidente na Rua Coxim, lateral à Avenida Consul Assaf Trad, em Campo Grande, causando a morte do motociclista Carlos Aparecido Galvão, de 54 anos, se apresentou à polícia nesta sexta-feira (14). Ele havia fugido do local do acidente, na tarde de ontem (13), depois de atingir a vítima e a arrastar por cerca de 40 metros.

O caso é investigado na 2ª Delegacia de Polícia Civil, onde o motorista foi ouvido e liberado, em seguida. Conforme o delegado Enilton Zalla, o homem foi responder pelos crimes de homicídio culposo e evasão de local. Ele foi liberado porque não houve prisão em flagrante.

O motorista disse na delegacia que não viu o motociclista, o atingindo. Depois do acidente, ele afirmou que fugiu por medo porque ficou assustado.

O veículo conduzido por ele, um Fiat Palio de cor escura, foi localizado pela polícia no Jardim Colúmbia e levado para a delegacia, onde ainda vai passar por perícia.

As investigações continuam, o delegado aguarda os laudos da perícia e vai analisar imagens de câmeras de segurança, além de ouvir mais testemunhas.

Acidente fatal - Segundo testemunhas, os veículos seguiam no mesmo sentido, em direção ao Centro, quando o automóvel Pálio colidiu na traseira da motocicleta que Carlos pilotava, uma Honda CG 125.

Após a colisão, a vítima caiu no asfalto, sendo atropelada e arrastada pela via por cerca de 40 metros. O condutor do carro não parou para prestar socorro e o motociclista não resistiu aos ferimentos, morrendo no local do acidente.