• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

Comparsa de roubo no Buriti também foi baleado por idoso

Dois suspeitos estão presos e para polícia idoso de 84 anos agiu em legítima defesa

(Foto: Divulgação)

Foi transferido para o presídio o segundo suspeito de participação na tentativa de roubo no bairro Buriti, em Campo Grande, na manhã de sexta-feira (30), onde os ladrões acabaram baleados pela vítima, um morador de 84 anos. Juliaze Soares de Melo foi localizado horas depois, durante a noite, em casa, na Avenida das Mansões, e preso em flagrante pela Polícia Militar.

Juliaze, assim como o comparsa Thiago Gonzalez Lelis, de 33 anos, baleado no queixo, tem uma extensa ficha criminal por roubos e furtos anteriores.

Como havia conseguido fugir da casa onde houve o roubo, a polícia fez diversas buscas até localiza-lo. No momento da prisão, Juliaze disse que também foi baleado pelo morador, assim como Thiago.

(Foto: Arquivo)

Juliaze foi ferido na perna e, diferente do comparsa, ainda conseguiu pular o muro e correr. O caso está sendo investigado pela Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) e a arma do idoso foi apreendida. A polícia entendeu que a vítima agiu em legítima defesa.

O delegado responsável representou pela prisão preventiva dos suspeitos e a justiça acatou o pedido.  Thiago que foi baleado no queixo, segue internado na Santa Casa sob escolta policial. Juliaze está no presídio onde vai receber atendimento médico.

Tentativa de roubo – O idoso de 84 anos confessou à polícia ter atirado contra o ladrão que invadiu a casa dele para roubar, na madrugada de sexta-feira (30).

O idoso relatou que já tinha sido vítima de roubo outras vezes e, por volta das 4h da manhã de hoje (30), ele e a neta acordaram com o barulho dos bandidos arrombando a porta da casa. Agressivos e armados, os ladrões chegaram a quebrar objetos na casa e a ameaçar as vítimas.

Com brutalidade, o idoso foi jogado no sofá por um dos autores que o vigiava, enquanto o comparsa identificado como Thiago Gonzalez Lelis, de 33 anos, foi com a neta até a varanda da casa para que ela abrisse o portão da garagem. Os criminosos pretendiam colocar os objetos de valor dentro do carro e fugir.

Em meio a ameaças, a mulher ficou nervosa, não conseguiu abrir o portão e passou a ser agredida. Neste momento, o idoso aproveitou a distração dos bandidos para pegar uma arma que possuía em casa.

Na tentativa de defender a neta e evitar o roubo, ele atirou contra Thiago que foi atingido no queixo. Assustado, o comparsa pulou o muro e fugiu.

A Polícia Militar foi acionada e, em seguida, o Corpo de Bombeiros que encaminhou o suspeito a Santa Casa.

Na versão inicial, logo depois do ladrão ser socorrido, familiares da vítima relataram que o tiro havia sido disparado pelo comparsa dele, depois de uma discussão sobre o carro da vítima que seria roubado. Porém, na delegacia, o idoso contou outra versão.

Veja Também