• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Ponta Porã

Cachorro tem cabeça arrancada em possível ritual de magia negra

Suspeito pode ser preso por mutilar animais domésticos, com pena de três meses a um ano de prisão, e multa

Homem tenta tirar mulher da UPA, mas acaba preso por violência doméstica (Foto: Arquivo/Diário Digital)

Um cachorro foi encontrado com a cabeça e as quatro patas decapitadas, na noite desta terça-feira (27), em Ponta Porã, cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai. A suspeita da polícia é de que o cão tenha sido usado em um ritual de magia negra.

Ele estava dentro de uma caixa, junto a uma tesoura e um pedaço de pano e que foi encontrada por uma moradora. Também haviam agulhas cravadas na cabeça no animal.

Uma equipe da guarda municipal da cidade esteve no local e constatou o esquartejamento do animal com requinte de crueldade.

Câmeras de circuito externo de videomonitoramento estão sendo recuperadas pelos agentes, numa tentativa de identificar o autor do crime.

Caso seja constatado que o cachorro foi mesmo usado em um ritual o suspeito pode ser preso por ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, que tem pena de três meses a um ano de prisão, e multa.

Caso algum morador tenha informações que leve a identificação do autor, as autoridades de segurança orientam para que a população ligue no 153 da guarda ou no 190 da Polícia Militar. 

Veja Também