• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Aldeia Jaguapiru

Após briga em bar homem é morto com facada no peito por irmãos

Apesar de ter sido socorrido pela própria família e populares, Gilmar já chegou morto ao hospital

Após briga em bar, homem é morto com facada no peito por irmãos (Foto:Divulgação/Dourados News)

Na madrugada desta quarta-feira (16), um homem identificado como Gilmar Dávila Machado, de 34 anos, foi assassinado na Aldeia Jaguapiru, no município de Dourados. Ele foi morto com uma facada no peito, uma na barriga e outra no queixo.

De acordo com informações policiais, dois irmãos foram presos em flagrante pelo crime, identificados como Cleiton Martins da Silva, 22, e Silvestre Martins da Silva, 19. A princípio, eles responderão por homicídio simples. A prisão foi efetuada pela equipe da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Segundo informações da esposa da vítima, 44, e do filho, 16, eles estavam em casa quando Gilmar chegou dizendo que teria sido vítima de uma tentativa de assalto e que sabia quem eram os autores.

Após isso, ele disse que iria em busca dos assaltantes, momento em que saiu de bicicleta, mesmo contra a vontade da família.

Entretanto, o delegado responsável pelas investigações Gabriel Desterro relatou que essa linha de investigação está descartada.

Segundo informações policiais, a vítima e Silvestre estariam ingerindo bebidas alcoólicas durante o dia, quando iniciou uma discussão, em razão disso, Gilmar teria feito ameaças ao autor.

Ao chegar na residência, a vítima teria contato a história do assalto para justificar as marcas das agressões à família, conforme ocorrência. Em seguida, armados com uma faca, os irmãos foram até a casa da vítima para tirar satisfação e passaram a agredi-la, fugindo do local logo depois. 

Apesar de ter sido socorrido pela própria família e populares, Gilmar já chegou morto ao Hospital da Vida. 

Com a denúncia feita, a Polícia Civil cumpriu diligências até a aldeia em busca dos assassinos e os localizaram, além de apreender a arma usada no crime. 

Com informações: Dourados News

Veja Também