• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

População enfrenta dificuldades para fazer teste de covid-19 na Capital

Pacientes ficam mais de uma hora em unidades de saúde para conseguir atendimento

  • 19 jan 2022
  • Marina Romualdo e Isabela Duarte
  • 17:15
Unidade do Noroeste (Foto: Luiz Alberto)

Com dificuldades em conseguir teste de covid-19 em Campo Grande (MS), população precisa ficar mais de uma hora em unidades de saúde para conseguir atendimento. A equipe do Diário Digital percorreu alguns pontos de testagem na tarde desta quarta-feira, 19 de Janeiro.

A diarista, Girlane de Lima Costa de 47 anos de idade, contou que está desde terça-feira (18) tentando ser atendida na unidade Noroeste. "Estou esperando desde ontem, quando me pediram para voltar hoje cedo. Porém, durante a manhã, também não havia mais testes. E, agora à tarde, voltei novamente para tentar fazer a testagem. Estou desde 13h aguardando e acredito que antes das 17h, não irei sair daqui", disse a diarista.

Para a operadora de caixa, Franciele Francisca Gonçalves de 35 anos, que estava aguardando o atendimento há três horas para ser atendida na unidade do Nova Bahia, não tem previsão de ser atendida ainda hoje. "O posto está lotado e não para de chegar pessoas para a testagem".

De acordo com os funcionários das unidades – Tiradentes e Pedrossian, relataram que a testagem acabaram durante a manhã desta quarta-feira (19). Já no Cel. Antonino, a administração destacou a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) não entregou testes hoje.

Ainda de acordo com os servidores, a população estava sendo encaminhada para outras unidades de saúde para realizar a testagem. A falta dos testes é por conta do aumento de casos de covid-19.

De acordo com Secretaria de Estado de Saúde (SES), atualmente existem 12.771 casos ativos da covid em Mato Grosso do Sul. O boletim epidemiológico desta quarta-feira (19) apresenta 1.709 novas infecções no Estado. A média móvel indica 1.131 confirmações diárias na última semana.

Outro lado – Em contato com a Sesau, a secretaria negou a falta de testes. Segundo eles, diariamente é realizado aproximadamente 1,5 mil testes na rede. Somente no Centro de Testagem, na região central, são realizados uma média de 500 a 550 por dia. E, nas as unidades de saúde, a fim de organiza o fluxo de pessoas, limitam o número diário de atendimento por senhas. Isso ocorre para que não seja extrapolada a capacidade operacional de cada local.

(Fotos: Luiz Alberto)
Veja Também