• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Covid-19

Vereadores aprovam autorização para compra de vacina

Câmara aprovou projeto em regime de urgência durante sessão extraordinária

Sessão foi realizada com apenas 25 vereadores (Foto Luciano Muta)

Câmara de Campo Grande aprovou em regime de urgência o projeto de lei que autoriza a aquisição de vacinas aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e não fornecidas pelo Programa Nacional de Imunizações, com objetivo de garantir a cobertura total de toda a população do Município. Vereadores aprovaram a liberação de R$ 20 milhões  para aquisição das vacinas.

A sessão extraordinária aconteceu nesta quarta-feira (13). Compareceram 25 dos 29 vereadores. O resultado foram 24 votos favoráveis sendo que o presidente da Casa de Leis não votou, o que acontece apenas em casos de empate. A  proposta foi analisada pelas comissões de Legislação e Justiça, Finanças e Orçamento e de Saúde, que deram aval ao projeto.

O vereador Sandro Benites (Patriota) afirmou que a vacina é fundamental para frear o vírus. “ Antes da compra precisamos saber da eficiência da vacina, vamos aguara Anvisa liberar a venda. Objetivo é frear as mortes pela a covid-19, não quero ver mais UTI’s lotadas”, explicou.

Vereador Sandro Benites (Foto Luciano Muta)

De acordo com o  presidente da Casa, Carlos Augusto Borges, o Carlão, a vacinação seguirá o modelo da Organização Mundial da Saúde (OMS) , priorizando trabalhadores da saúde, população idosa com 75 anos ou mais, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de Longa Permanência (asilos e instituições psiquiátricas) e indígenas/aldeados/povos e comunidades ribeirinhas. Além disso será feita uma comissão com vereadores médicos que serão responsável pelas fiscalizações do legislativo municipal em relação a esse assunto.

Presidente da Câmara , Carlão Borges (Foto Luciano Muta)

O vereador e também médico urologista Jamal Salém ressaltou a priorização na aplicação das doses. "Vamos seguir a escala de prioridade, queremos imunizar o maior número de pessoas possíveis. Objetivo é parar com as mortes e as infecções causado pelo novo coronavírus", salientou o parlamentar.

Vereador explicou sobre aquisição da vacina (Foto Luciano Muta)

A prefeitura de Campo Grande já oficializou o pedido de 347.817 doses da vacina Coronavac ao Instituto Butantan. A proposta enviada, conforme divulgado pela prefeitura, estima a aquisição de 121.736 doses da vacina (1ª dose) já em janeiro. Outras 104.345 em fevereiro e 121.736 em março de 2021.  

Veja Também