• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Solidariedade

Rede Solidária entrega kits pelo dia das crianças

Sistema de entrega respeitou regras de biossegurança

Crianças atendidas pelo programa receberam brinquedos e doces (Foto: Divulgação)

Distanciamento, máscara, álcool em gel. Medidas necessárias para o enfrentamento da Covid 19. Mesmo com tantas regras, o dia das crianças não passou em branco nas unidades do Rede Solidária. Projeto social do Governo do Estado e gerenciado pela Sedhast, Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho.

Um grande esquema foi montado para poder acolher as crianças que estão sem as atividades oferecidas pelo programa desde o início da pandemia. Era visível a alegria dos pequenos ao voltar no Rede, que atende também adolescentes e adultos com oficinas diversas nas áreas da cultura, educação e esporte.

As irmãs Ana Vitória, 11, e Isabele, 6, chegaram acompanhadas da mãe. Felizes puderam matar um pouco da saudade do programa. "Estou sentindo muita falta das aulas de violão e com saudade dos amigos", contou Ana. Para a irmã menor as brincadeiras estão fazendo falta. "O que eu mais gosto são as brincadeiras que a gente fazia na salinha", lembrou.

Sem as aulas na rede pública e o apoio do Rede Solidária muitas crianças estão ociosas. É o caso do menino Enzo Alves, de nove anos. "Estou em casa só assistindo TV, comendo e jogando videogame. Gostava mais de fazer karatê no Rede".

A iniciativa de trazer as crianças para o projeto, cumprindo todas as regras de distanciamento e higiene, foi a maneira que os colaboradores e a direção do programa encontraram para acolher as crianças que vivem em situações de vulnerabilidade na data mais esperada por eles.

"Tomamos todos os cuidados para poder dar um pouco de alegria para nossas crianças que sabemos que estão sem atividades lúdicas, apoio escolar e cultural tão importantes para essa fase da vida", destacou Andreia Elias, coordenadora de projetos do Rede. Para ela o evento foi uma oportunidade de avaliar como seria o retorno das atividades que estão sem previsão, com as novas medidas de biossegurança impostas pela pandemia.

Foram distribuídos 500 kits com brinquedos, doces e 10 máscaras, sendo 5 infantis e 5 adultos, que estão sendo produzidas no programa. A entrega atendeu crianças de 5 a 12 anos, nas duas unidades do Programa nos bairros Dom Antônio Barbosa e Jardim Noroeste em Campo Grande.

Veja Também