• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

Peça teatral com entrada gratuita estreia em Campo Grande

Espedito Di Montebranco que é ator, diretor e dirige o grupo teatral " Sociedade Dramática". Natural de Bodocó Pernambuco, mas campo-grandense de Coração desde os quatro anos de idade, Expedito conheceu o texto nordestino em uma turnê e se apaixonou.

Ele retorna as origens para dar vida ao monólogo "Esparrela", a obra que reflete sobre as condições de liberdade na vida e na morte será apresentada nos dias 15 a 19 e de 22 a 26 de Janeiro ás 20 horas, no Teatral Grupo de Risco, em Campo Grande. A entrada gratuita.

O monólogo apresenta a história de uma relação incomum entre o urubu Arquimedes e seu adestrador, Manuel. Expulso da cidade em que morava após uma morte drástica, o homem decide ensinar uma ave a dançar e com o feito impressionar a população de seu antigo povoado. Ao acompanhar a história de Arquimedes, um entre os inúmeros urubus que povoam os céus dos sertões brasileiros e de seu adestrador Manuel, o público é conduzido a lugares, povoados e ações que demarcam o espaço ficcional da narrativa e desvelam a condição animal de Arquimedes.

É a primeira vez que Espedito encena um texto genuinamente nordestino. “Eu sou pernambucano, ele é da paraíba, somos primos, a comida é a mesma, o ritmo é o mesmo, a caatinga é a mesma, nunca tinha feito um texto da minha região, da minha terra, do Nordeste e do agreste. Apesar de ter deixado a cidade muito pequeno, o Nordeste não sai da gente”, explica.

A peça foi construída com o talento de uma equipe de peso. A sonoplastia foi operada por Claudeir Dilly e criada pelo mestre Escurinho, músico conceituado também na Paraíba. A preparação corporal de Montebranco foi realizada pelo coreógrafo premiado Chico Neller (Ginga Espaço de Dança) e a assistência de direção é do também ator Bruno Moser.

Serviço

“Esparrela”

Entrada Gratuita. Os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência.

Data das apresentações: 15 a 19 e 22 a 26 de janeiro, sempre às 20 horas.

Local: Teatral Grupo de Risco, na Rua José Antônio, 2170.

Capacidade do teatro: 80 lugares.

Classificação: 10 anos