• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Saúde Pública

Nova Caravana da Saúde é esperança para redução na fila de cirurgias e exames

Atendimentos deverão contemplar todos os municípios de MS através do Sistema de Regulação Core

(Foto: Divulgação)

Prefeitos de Mato Grosso do Sul esperam redução drástica nas filas de cirurgias e exames com o lançamento do programa Caravana da Saúde (projetos Opera MS e Examina MS). Em Fátima do Sul, onde o programa foi lançado neste sábado (04) no Hospital da Sias (Sociedade Integrada de Assistência Social) estão previstos 2.412 procedimentos, sendo 201 cirurgias por mês. Esses atendimentos deverão contemplar todos os municípios de MS através do Sistema de Regulação Core.

A prefeita da cidade, Ilda Machado disse que a medida é de fundamental importância uma vez que contribui para a redução de filas de espera, que foram reprimidas devido a pandemia. “Eu confio no governador Reinaldo Azambuja e tenho a certeza de que esse projeto será um sucesso e vai salvar a vida de muitas pessoas. Enquanto prefeitura soma os esforços para ajudar no que for necessário. Temos parceria com o Sias oferecendo ambulâncias na porta para levar a população, dentre outras iniciativas que só tendem a crescer com esse programa. Nosso governador e o secretário Geraldo Resende demonstram um olhar de amor para a população por meio desta iniciativa”, destaca.

O prefeito de Deodápolis, Valdir Sartori, também prestigiou o evento. Para ele essa ação deve zerar a demanda reprimida. “Foi muito assertiva a ação do Governo do Estado. Demonstra um comprometimento do governador Reinaldo com a saúde da população. Vai ajudar muito a todos os prefeitos a desafogar as filas.

O prefeito de Vicentina Marquinhos do Dedé disse que só tem a agradecer. “É uma iniciativa que chega em boa hora tendo em vista a grande procura. A partir desta iniciativa os pacientes terão um atendimento mais rápido e ágil porque haverá redução drástica na fila de espera. Estou muito feliz pelo fato do Estado estar unindo forças com os municípios por um projeto tão importante como esse”, ressalta.

O prefeito de Angélica Geraldo Aparecido, o “Boquinha”acredita que haverá redução de no mínimo 80% na fila de exames e cirurgias no município dele através da nova edição da Caravana da Saúde. “Cirurgias ginecológicas, de vesícula e hérnia são muito procuradas e agora poderemos atender com esse respaldo do Estado”, destaca.

A vice-prefeita de Jateí, Cileide Cabral, também destaca a força do programa para o município. “Para os municípios de pequeno porte como Jateí, a Caravana da Saúde trará resultados muito positivos. Na fila de espera existem pacientes no aguardo há mais de dois anos. A proposta de realizar o programa no Hospital da Sias também é bastante adequada tendo em vista a estrutura da unidade e a

O secretário de Estadual de Saúde Geraldo Resende destacou o Hospital Sias como referência de bom atendimento, falou sobre o trabalho de imunização que colocou MS como líder em vacinação no País e destacou que a Caravana da Saúde chega com mais de 70 mil procedimentos previstos, num investimento de mais de R$ 120 milhões. “O Governador fez o compromisso desses investimentos e já anunciou que se for preciso fará a suplementação. A pandemia veio a agravar, porque todas as estruturas foram modificadas para atender a Covid-19. Tivemos que nos adaptar, para que não faltassem leitos clínicos ou de UTI’s para enfrentamento dessa doença. Por isso, retomamos a Caravana da Saúde para que possamos começar a diminuir a grande fila de espera para procedimentos que ficaram represados”, ressaltou

Veja Também