• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Arrecadação

Estado tem aumento na arrecadação de ICMS no mês de agosto

Conforme Sindfiscal/MS, incremento nominal em relação a 2020 foi de 41,66%

(Foto: Divulgação)

Os cofres públicos de Mato Grosso do Sul tiveram a maior arrecadação do ano em agosto. Conforme os dados do Observatório Econômico, ligado ao Sindicato dos Fiscais Tributários Estaduais de Mato Grosso do Sul - Sindifiscal/MS -, o montante de R$ 1,2 bilhão foi recolhido por meio do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços - ICMS. No mesmo mês do ano passado o total recolhido foi de R$ 817,23 milhões. “Esse incremento nominal foi de 41,66%”, explica o diretor do Observatório Econômico, Clauber Aguiar. O incremento nominal não leva em conta a inflação do período.

O maior percentual de incremento nominal até agora foi em maio, 51,73%, no comparativo do mesmo mês de 2020. “O aumento da arrecadação aponta sinais de melhora da economia. Se há aumento no recolhimento do ICMS, pode significar uma melhora”, analisa o diretor. Se levar em conta a inflação, o incremento real do ICMS é de 35,53% em agosto. No total, o estado recolheu R$ 8,35 bilhões. No acumulado de 2020, o total foi de R$ 10,16 bi. 

O estudo do Sindifiscal/MS também trouxe os resultados do recolhimento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores - IPVA -, que teve um incremento negativo, de - 7,76%, com arrecadação de R$ 31,96 milhõesem agosto deste ano. Já o ITCD, que é Imposto sobre Transmissão “causa mortis” e Doação de Bens e Direitos, teve um aumento de recolhimento de 137,25%, com um total de R$ 48,52 milhões.

Veja Também