• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Campo Grande

Entidade que atende crianças com paralisia cerebral é novamente atacada por ladrões

Desta vez, bandidos levaram placa na entrada da entidade e duas letras da fachada, materiais em metal

Alvo do ataque dos bandidos foi a fachada do Cotolengo (Foto: Bruno Barros)

O Cotolego Sul-Mato-Grossense -- instituição que atende crianças com paralisia cerebral de forma gratuita -- sofreu mais um ataque de bandidos. Desta vez, os ladrões levaram a placa na entrada da entidade e ainda duas letras da fachada, todos os materiais eram de metal.

A instituição, localizada na Mata do Jacinto, em Campo Grande (MS) já foi, várias vezes, invadida por bandidos que furtaram bazares da instituição, equipamentos eletrônicos e outros materiais sempre deixando prejuízos e transtornos para o Cotolengo.

Porém, essa é a primeira vez que a fechada da entidade é o alvo. “Essa placa tem um significado muito especial para o Cotolengo, pois mostra duas crianças e uma flor sem uma pétala.  Mesmo sem a pétala, a flor exala seu perfume. Para nós, uma criança com deficiência, também tem um significado na vida”, relata o Padre Valdeci Marcolino.

Por isso, o padre, os trabalhadores e frequentadores do Cotolengo fazem apelo pra que a placa seja devolvida à entidade.

Aniversário e doações – Em menos de um mês, mais exatamente no dia 20 de Julho, o Cotolengo vai completar 25 anos em MS. A entidade que atende dezenas de crianças com paralisia e suas famílias está precisando de doações.

Há necessidade de fraldas geriátricas tamanho GG, cestas básicas, leite, além de doações financeiras.

Os doadores podem comparecer ao Cotolengo ou mesmo entrar em contato telefônico que um mensageiro vai ao local buscar o donativo.

Serviço – O Cotolengo fica na Rua Jamil Basmage, 996, Conjunto Residencial Mata do Jacinto, Campo Grande – MS. O telefone é 67- 3358-4848.

A conta bancária que recebe doações é Banco do Brasil, Ag 4211-0 / CC 239215 -1. CNPJ: 01.367.712/0001.06.

Veja Também