• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record
Pandemia

Casos confirmados de Covid-19 serão rastreados

Programa criado para quebrar a cadeia do vírus e diminuir a taxa de contágio

Segundo estudo anticorpos contra covid-19 duram pelo menos sete meses (Foto: Divulgação)

A partir do próximo dia 28, pessoas suspeitas, confirmadas e aquelas que tiveram contatos com o coronavírus serão monitoradas no Estado. Isso graças ao Rastrear, programa criado para quebrar a cadeia do vírus e diminuir a taxa de contágio.

Geraldo Resende, secretário de Estado de Saúde (SES), explica que o Rastrear foi desenvolvido em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e Mato Grosso do Sul será o único no País a fazer este trabalho.

Rastreando e identificando precocemente casos suspeitos ou casos confirmados de Covid, será possível elaborar estratégias de monitoramento diário de aparecimento de sinais e sintomas.

O Programa Rastrear já está em operação e à disposição dos 79 municípios do Estado. Dados da Secretaria de Estado de Saúde apontam que desde o dia 14 de setembro, a taxa de transmissão do coronavírus apresenta redução quanto ao contágio no Estado.