• Diretor de Redação Ulysses Serra Netto
  • MS Record
  • Rede Record

“MS sai na frente com a originalidade da Corrida Digital”

A Corrida Digita tem chamado a atenção em todo o país pela originalidade, em meio ao cenário de pandemia viral. O formato idealizado impede o contato físico entre os participantes, mas sem perder a essência de uma tradicional prova de rua, com a emoção da largada, da chegada, de competir ao ar livre e receber a medalha.

Realizado no Parque dos Poderes, em Campo Grande, o evento, a competição é uma parceria da Rede MS Integração de Rádio e Televisão com o Governo de MS e a Fundesporte. O evento chegou ao seu quinto dia e segue até domingo.

“Tivemos muitos eventos cancelados por conta deste momento difícil pelo qual todos estamos passando, mas o esporte não pode estagnar. Com isso, lançamos a Corrida Digital, com este formato moderno, inovador e com atenção sistemática às recomendações de saúde no período de isolamento. É um ponto de partida para a retomada segura das competições esportivas no Estado”, afirmou o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Corrêa Riedel, foi um dos participantes da Corrida na manhã desta sexta-feira (05) e enfatizou a capacidade de inovação da Fundesporte em promover uma competição esportiva durante o período de disseminação do novo coronavírus.

“É com este ineditismo que avançamos, é uma corrida totalmente segura, em que não há aglomeração e o contato direto entre as pessoas, além de ser monitorada digitalmente. Nos tempos atuais, isso é mais do que bem-vindo, é uma necessidade de adaptação. A humanidade está reaprendendo a fazer suas atividades e Mato Grosso do Sul sai na frente de outros Estados com este grande evento”, afirmou Riedel.

Para o diretor-presidente da Companhia de Gás de Mato Grosso do Sul (MSGÁS), Rui Pires dos Santos, que também completou o percurso de cinco quilômetros nesta manhã, o protagonismo frente às adversidades é uma das marcas da gestão do governador Reinaldo Azambuja.

“Mato Grosso do Sul tem crescido muito em vários setores nos últimos anos e está se destacando no Brasil pela maneira como é administrado, sempre sendo protagonista com ideias inovadoras, em especial no combate ao novo vírus. E claro que no esporte não podia ser diferente, também é um enfrentamento. A MSGÁS é parceira e apoiamos as iniciativas esportivas, principalmente quando se trata de um evento promissor e seguro como a Corrida Digital”, frisou Santos.

Como forma de manter a segurança sanitária, conforme protocolos de biossegurança estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde, foram instaladas câmeras ao longo do trajeto, para que os participantes, em casa, acompanhem a movimentação da prova em tempo real (clique aqui para acessar). Assim, podem avaliar o melhor horário, entre 6h e 20h, para sair de casa e correr, evitando aglomerações.

A Fundesporte trabalha com escala de servidores para atender e orientar os corredores na tenda de recepção e largada. Todos os membros da organização permanecem em distanciamento entre si, com o uso de máscaras e munidos de frascos individuais de álcool em gel.

A Corrida Digital é uma adaptação no circuito Rota das Estações 2020, modificado para prevenir o contágio da Covid-19. O trajeto de cinco quilômetros é único para homens e mulheres. O tempo de cada competidor é registrado de forma automatizada por meio de um chip de cronometragem, que definirá os ganhadores.

Os resultados parciais de cada dia ficam disponíveis aos participantes, sempre à meia-noite, no site oficial da Rota das Estações. Ao fim, serão premiados os três primeiros colocados, no masculino e feminino, com medalha, troféus, certificado digital e premiação em dinheiro.

 

 

Veja Também